Vídeos com alguma facécia

Agora é possível desfrutar de alguns vídeos relacionados com os textos. Para isso basta carregar no título do post. O título é aquela coisa a Negrito, com umas letras maiores, e que antecede as profícuas palavras deste blog. Advertência: Caros leitores, estão completamente proibidos de ver os vídeos antes de lerem as barbaridades escritas, correndo o risco de serem atingidos por uma comichão deveras desagradável na zona da púbis, seguido de pé-chato nas mãos e escorbuto nos tornozelos.

Wednesday, March 16, 2005

Lojas Chinesas: a contradição

Nunca foram a uma loja chinesa? Não? Pois sim, e também nunca foram a um Peep Show, nem a concentrações do KKK em Faro, nem a reuniões do Partido do Manel Monteiro... Bom, provavelmente exagerei um pouco (especialmente no último exemplo). Mas vamos ao que me trouxe aqui. As lojas chinesas provocam em mim um fascínio, que eu já não sentia desde os tempos em que descobri que o He-Man descolorou o cabelo e não era louro de nascença! Nas lojas chinesas, assim que se entra, percebe-se imediatamente que estamos noutra dimensão. Para começar, o cheiro é diferente de qualquer outro tipo de lojas, mas muito semelhante entre elas.

Inicia-se, então, o processo que eu ordinariamente (em qualquer outro estabelecimento comercial) chamaria, "quero levar a minha loja à falência"! Julgo não exagerar quando designo por perseguição a marcação que nos fazem, desde o nanossegundo em que entramos na dita loja, até colocarmos os dois pés (as mãos e até o olhar) fora dela! Não serão propriamente os melhores anfitriões (para quê a caça se eles têm 20.000 câmaras, onde até apanham canais chineses?), além de que o preço dos objectos traficados pelos orientais não espicaça o larápio que existe dentro de cada um de nós. Por aqui estamos arrumados.

Em segundo lugar vem o que apelido de "deves pensar que estás em Portugal?". Os bambus ainda não perceberam que têm de aprender a falar a nossa língua? Nós perceberíamos perfeitamente se eles trocassem os Rs pelos Ls! Mas não trocam! Nós perguntamos: Desculpe, tem post-its azuis, com os cantos arredondados e uma seta no final? Eles respondem: Tchai kulupui, parkwili navki xichi! Perceberam? Pois, eu também não! Eles têm uma casa comercial, aberta ao público português, em Portugal. Ora que catano! Podemos passar um dia inteiro a perguntar-lhe qualquer coisa (cada vez mais alto, como é normal quando falamos com estrangeiros, porque eles são é surdos) que eles não nos vão explicar onde está! Há quem defenda que é uma técnica de venda milenar, na China e arredores.

Eu, numa loja chinesa, adopto a postura Super Dragões na estação de serviço da Mealhada. Entro, procuro o que quero, e tiro!

Mas pago no final, porque eu não quero problemas, nem com as Tríades, nem com a Loja Maçónica do Grande Oriente e muito menos com chinós!

2 comments:

Paco_Porto said...

Olá meus caros amigos "blogeiros".
Venho apenas expressar a minha indignação por dois motivos. O primeiro é o facto de na semana passada, não termos ido jogar porque não havia gente suficiente. Onde é que isto já se viu??!!
A segunda é para deixar uma questão. Afinal o blog é só do AMAFAS ou vocês dois também contribuem para isto...
Os meus melhores cumprimentos. Para os artistas da bola como eu um até amanhã.

JMP said...

Expensive Peik (Caro Paco),

O blog é mesmo do Amafas e, falo por mim, faz-se uma perninha de vez em quando para receber palmadinhas nas costas e autografar roupa interior.

De quem não pode ir jogar, um grande abraço e que seja um jogão.

Se o Benfica for Campeão faço um post!!





Hmmmm... quer dizer... logo se vê!