Vídeos com alguma facécia

Agora é possível desfrutar de alguns vídeos relacionados com os textos. Para isso basta carregar no título do post. O título é aquela coisa a Negrito, com umas letras maiores, e que antecede as profícuas palavras deste blog. Advertência: Caros leitores, estão completamente proibidos de ver os vídeos antes de lerem as barbaridades escritas, correndo o risco de serem atingidos por uma comichão deveras desagradável na zona da púbis, seguido de pé-chato nas mãos e escorbuto nos tornozelos.

Friday, June 23, 2006

Percebi

Sempre me fez muita confusão os autores de textos ou obras escritas que utilizam o plural para se referir a si próprios, quando na verdade são apenas uma só pessoa.

Parece-me muito esquizofrénico, por exemplo, alguém escrever "parece-nos", "afigura-se-nos..." ou "somos da opinião que..." - se é certo que a obra em causa apenas vai assinada, no final, por um autor.

Ontem, por volta das 4h da manhã, e já na conclusão, juntamente com a minha namorada, de um trabalho escrito para a Universidade cuja execução nos havia sido pedida por um amigo que necessitava de o apresentar hoje e sem tempo para o fazer, fez-se luz:

Estiveramos a utilizar, em todo o texto, a forma plural em vez do singular. O trabalho vai acabar por ser da autoria de uma única pessoa.

Logo, o que se passa por aí com todos os textos em que o autor único se refere a ele próprio no plural, na verdade são mesmo realizados por duas ou mais pessoas e quem assina não faz um cu.

Está explicado!!!

Thursday, June 22, 2006

SPAM

Recebi há pouco uma inesperada mensagem de uma boa samaratina que dá pelo nome de "Tamika Lopez" que se apresenta como a solução para todos os meus problemas?

Essa senhora (certamente bem informado, ainda que eu desconheça por quem...) propôs-me um "Enlarge your penis up to 10 cm or up to 4 inches!" com um remédio 100% medicinal e sem efeitos secundários????

A coisa até me parecia, em geral, bem montada, mas catrapisquei a marosca subjacente:

Uma polegada corresponde a cerca de 2,54cm. Logo, 4 polegadas correspondem a cerca de 10,16cm.

Portanto, se um gajo der uma de moderno e preferir as coisas feitas à moda do sistema métrico, é embarretado (salvo seja...) em 0,16cm; ie, milímetro e meio, mais coisa menos coisa.

E, meus amigos, milímetro e meio é muita fruta...

Monday, June 19, 2006

-Mãe, a Ministra da Educação é má!

Na avaliação, que colocará à prova a dureza dos professores, uma das componentes será da responsabilidade dos pais das criancinhas, vulgo monstros. Os pais terão uma palavra a dizer na progressão da carreira de um professor. Está bem. Não sou contra a avaliação, muito pelo contrário. Até levava as coisas mais longe. No final de cada aula, os alunos exibiam placas com notas (de zero a dez), num sistema semelhante ao dos saltos para a água. Retirava-se a nota mais alta e a mais baixa e encontrava-se a média - tudo isto para eliminar a suspeição. Era giro. Perdia-se (mais) dez minutos de aula e tudo.

Por outro lado, os professores poderiam voltar a malhar nos alunos. Não fez o trabalho de casa? Cinco murros de mão fechada nos dentes! Seria o sistema perfeito. Todos se poderiam vingar entre si e desta forma estimular-se-ia a lei do mais forte. No fundo estaríamos diante de uma preparação para a vida activa (ou então algo entre o pugilismo e o bufanço).

Eu tenho ideias completamente parvas. Até chego a pensar que deveria ser expatriado de Portugal só por pensar em coisas tão estapafúrdias como:

-As escolas recebiam um subsidio estatal de acordo com as notas;
-Os exames eram efectuados anualmente a nível nacional, para todos os anos de ensino;
-Os professores eram avaliados pelas notas dos alunos, que faziam exames nacionais, que no mínimo valeriam 50% da nota final (de modo a diminuir o efeito de uma possível subida de notas por parte dos professores);
-Os pais podiam escolher livremente as escolas dos seus filhos;
-Etc (aqui cabe muita coisa para este modelo funcionar, como por exemplo: cursos para explicar aos paizinhos que a escola é o local onde os meninos adquirem sapiência e não educação, e que o Estado não tem de ser a ama dos país, na forma de professores - caso os país não alcançassem aproveitamento nestas matérias, seriam fortemente agredidos pelos professores com problemas psicológicos causados pelas "coitadinhas das criancinhas")


Amigos stôres, na questão dos paizinhos avaliarem-vos estou convosco. Mas nas outras...

Não se marca uma greve entre-feriados. Com o rótulo que vos colaram, e se eu fosse o patrão do Sindicato (olha que antagonismo tão espirituoso), marcava uma greve para o feriado. Isto é que seria ter uns tomates maiores que os da Ministra (provavelmente estou a defender algo que nem é exequível, mas eu sou mesmo assim: quanto mais sangue melhor)!


Já agora, e só para terminar, e porque não colocar os pais dos professores a avaliarem a Ministra da Educação?

Wednesday, June 14, 2006

Prá p*ta que o pariu

O S. Pedro, claro!

Então não é que, depois de ter andado vários meses a "aguentar", decidi ontem duchar a minha pobre viatura automóvel, gastando para o efeito 2€ e o gajo (o S. Pedro, claro!) não esteve de modas e mandou uma chuvada como não há memória?

A questão que eu coloco à consideração superior é a seguinte: qual é o Tribunal competente para a acção de indemnização que vou propor contra ele?

Monday, June 12, 2006

Puro Saudosismo ou Desaparecido/a em Combate

MULHER-BARBUDA
(elemento essencial num qualquer circo freak-show)

Tuesday, June 06, 2006

Livro dos Porquês (resposta desconhecida)

Se os fogos lavram para que é que os agricultores compram tractores?

666 - O dia da besta!

Hoje é o sexto dia, do sexto mês, do sexto ano do novo século. Este dia é conhecido como o dia do Anticristo, do Armagedão, simbolizado pelo mítico 666. Estamos a falar do número da besta!

É um dia pródigo em eventos e lançamentos de produtos alusivos ao dia. Como exemplo, veja-se o caso do filme O Génio da Mal, que estreia excepcionalmente a uma terça-feira.

Depois de analisar todos os acontecimentos por terras lusas, fiquei convencido que o festejo do dia da besta é na Praia de Santo Amaro, onde os D'ZRT farão um concerto! Eu sempre desconfiei...

Monday, June 05, 2006

Assembleia da República às moscas

O queixume relativo ao facto de o hemiciclo da Assembleia da República estar recorrentemente às moscas não me surpreende. Digam-me, as moscas gostam de quê? Onde é que elas adoram chafurdar? Ora aí está! Não preciso dizer nem mais uma palavra. Mas digo! É a sabedoria popular a demonstrar mais uma vez que está sempre alguns passos à frente. Aí uns dez. Não? Talvez doze. Não sei, nunca me destaquei no mundo do nanismo.

Thursday, June 01, 2006

Tráfico no Rock in Rio (para começar)

Muitos já devem ter sofrido na pele (mas especialmente no binómio nunca antes enunciado garganta/carteira) a ditadura que é não se poder entrar, em determinados e certos recintos, com tampas nas garrafas. Tenho a solução! Dirigi-me às Finanças mais próximas da minha área de influência e alterei a minha actividade (de Editor de Obras Próprias para Especulador de Tampas)! A partir deste fim-de-semana, em qualquer evento que a minha pessoa (e uma ou outra vez, eu próprio) esteja presente, vai ser possível adquirir tampas para as vilipendiadas garrafas. Entrar apenas com tampas é como tirar um chupa a uma criança e depois devolver-lhe: é parvo e não tem piada! Mas eu vou fazê-lo! É um nicho de mercado ainda não explorado. Não esperem que dê borlas; cinquenta cêntimos por tampa e faço menus familiares. Em caso de dúvidas contactar a quem de direito! Se não estiver, carregar no esquerdo, que costuma passar os dias em casa.