Vídeos com alguma facécia

Agora é possível desfrutar de alguns vídeos relacionados com os textos. Para isso basta carregar no título do post. O título é aquela coisa a Negrito, com umas letras maiores, e que antecede as profícuas palavras deste blog. Advertência: Caros leitores, estão completamente proibidos de ver os vídeos antes de lerem as barbaridades escritas, correndo o risco de serem atingidos por uma comichão deveras desagradável na zona da púbis, seguido de pé-chato nas mãos e escorbuto nos tornozelos.

Wednesday, March 30, 2005

Vicaima ajuda Comité Olímpico Português

O Comité Olímpico Português endereçou hoje um convite ao presidente da Vicaima, e demais sócios, a fim de organizarem um colóquio. Nesse colóquio estariam representadas as Federações de Boxe, Judo, Lutas Amadoras e Taekwon-Do. O propósito deste evento enquadra-se na preparação, ao mais alto nível, dos Jogos Olímpicos de Verão em Pequim (2008)! Este curso seria ministrado pelo presidente da empresa, Álvaro Pinho da Costa Leite, coadjuvado pelo sócio Humberto da Costa Leite. Segundo nos disse Vicente Moura, o COP ficou deveras surpreendido como o vigor e qualidade dos golpes ministrados aquando da reportagem sobre a madeira alegadamente vinda da Amazónia. Estas técnicas, ainda desconhecidas, colocarão os atletas portugueses no topo da pirâmide desportiva em 2008. Podemos esperar medalhas onde não pensávamos sequer ter atletas. Gostaríamos muito de ter também presentes os jogadores do Futebol Clube do Porto, sempre uma mais valia nestas disciplinas.

PJ consegue o impossível

Durante a investigação do assassinato dos dois agentes da PSP, na Amadora, foram encontradas três pistolas de calibre 9 milímetros, uma metralhadora, um revólver 38 e uma caneta que era afinal uma arma de fogo, refere a Lusa.


É esta apreensão que está perto de provocar um incidente internacional entre Portugal e a Inglaterra. Os Serviços Secretos ingleses estão em contacto desde a noite passada com o Director da PJ, tentando desbloquear esta embaraçosa situação. O director da secreta inglesa tem o seu posto em risco. É a primeira vez que James Bond é detido por posse ilegal de armas, devendo-se este imbróglio a um atraso inglês, na informação enviada à congénere portuguesa, informando-a da presença do mítico 007 em terras lusas. Por incrível que pareça, ninguém da PJ suspeitou da arma em forma de caneta. Para os mais esquecidos, relembre-se que a arma foi inventada pelo admirável Q, pseudónimo de John Cleese (formou-se em engenharia de inventos, em Harvard, depois de deixar os Monty Python), e divulgada em todo o mundo por James Bond. Segundo as últimas informações, Bond aguardará em prisão preventiva o desenvolvimento da chicana.

Friday, March 18, 2005

Bata...

Mário Soares convocou hoje uma conferência de imprensa, onde quis "desfazer um equívoco que estava a tomar proporções internacionais. Não é verdade que me tenha encontrado com elementos afectos ao Batasuna. O que se passou foi uma gralha no comunicado que emiti aquando do referido encontro. Eu, Mário Soares, encontrei-me com o elenco do Batatoon. O Batatinha, o Companhia e o sapo Xixi pediram-me uma reunião. Eu, que tenho andado meio cabisbaixo desde a maioria, quis divertimento. Gostei muito do cabelo do Companhia. Só lamentei a ausência do Finório, mas adorei quando eles cantaram Bata, Bata, Batatoon! Ai que saudades, que saudades...".

Ban (co dos réus)?

A única razão porque João Loureiro foi ouvido pela Judiciária, não se relacionou com o Processo Apito Dourado, mas sim porque corre algures, que os Ban podem gravar outro disco. A PJ quis certificar-se que seria mesmo um disco. Se fosse um CD, o filho do Major ficaria imediatamente detido em prisão preventiva. Tendo em conta que Loureiro saiu das instalações da PJ do Porto podemos deduzir que não é um CD. Segundo fonte judiciária "desta forma, temos a certeza absoluta que ninguém vai ouvir aquilo, porque praticamente não existem gira-discos, estando a população a salvo".

Bússola Política

Muito bem, venho partilhar um certo cepticismo relativamente aquilo que o Público denominou Bússola Política. Não sei se sabem (nem quero saber), mas existe uma série de perguntas que mostram em que quadrante político nos encontramos. Depois de respondidas as perguntas é-nos revelado o resultado final (ou então faz-se um bonequito num papel e aí o resultado é o que quisermos - desde que não tenhamos um ataque epiléptico e fique tudo rabiscado). Os quadrantes definem-se em 4 pontos cardeais: autoritarismo, libertarianismo (ou sou muito troll - pois sou! - ou liberalismo seria melhor escolha), direita e esquerda (foi utilizada a máxima Norte-Sul-Este-Oeste). Bem, indo directo ao assunto, existe a possibilidade de vermos o resultado de algumas figuras internacionais no Público, no Political Compass e pela internet fora. É aqui que, para a minha pessoa, se encontra o logro. Eles colocam resultados de figuras como Bush, Dalai Lama, Saddam Hussein, o Papa, Tony Blair ou até Robert Mugabe!

Ok, podem enganar-me com o Blair, agora os outros? Eu vou explanar aqui as razões pelas quais defendo a impossibilidade deste cenário. O Dalai Lama não tem net em Dharamsala. O Mugabe não respondeu porque está demasiado preocupado com o fomento da democracia no Zimbabué e com a realização de eleições. No dia em que recebeu o questionário ia fazer uma permanente àquela "coisa" que tem no lábio superior. O Papa estava ocupado a atirar pedras a mulheres que abortavam e a pedir à Opus Dei para impedir a publicação do Código Da Vinci e a exterminação do Dan Brown. O Saddam passava os dias a responder a questionários sobre armas de destruição maciça e acabava por não ter tempo para mais nada (ok, talvez tenha feito umas palavras cruzadas; agora este teste..., não acredito; eu nem acredito que ele saiba inglês...). O Bush é fácil, e todos sabem. Ele não sabe ler.

Se colocassem figuras como Francisco Louça ou o Paulo Portas (sempre disponíveis para este género de coisas) eu acreditava. Além disso, não creio que estes sejam as escolhas mais reveladoras. Eu quero saber o resultado de personalidades como Júlio Isidro, Luís Pereira de Sousa, Paula Neves ou Fernando Rocha. Esses sim, interessam-me. Os outros já todos sabemos. É o mesmo que perguntar qual a cor favorita a Luís Delgado. Ele responderia logo "-Dahhh!!".

Tive acesso ao resultado da Bússola Política efectuada ontem por Freitas do Amaral. Vou partilhar:
?

CFA

A equipa de redacção da TSF decidiu hoje que a coluna de opinião de nome ”Mel e Fel” vai passar a chamar-se, exclusivamente nos dias em que difundir opiniões de Clara Ferreira Alves, “Fel”.

Esta decisão baseia-se na conclusão, a que se chegou por unanimidade, de a referida jornalista (não obstante ser de longe a maior intelectual do nosso burgo, conhecer de cor mais de 300.000 vocábulos e que se queixa de conseguir ter decentes conversas, e mesmo assim a espaços, apenas com Eduardo Prado Coelho, António Damásio e Paulo Futre) não dispor da palavra “mel” no seu léxico.


Thursday, March 17, 2005

"Fora de prazo"

Ia alvitrar um post relacionado com a minha ausência de participação no blog quando vi uma luz branca, deixei de conseguir mexer-me e só a custo articulava algumas palavras.

Pensei que era o papa, mas afinal não.

Olha, já passou! Que coisa... tenho que deixar de ver os Batanetes.

Pior que isso, com isto tudo, esqueci-me do que ia escrever!

De qualquer modo, como o título já lá está, aqui vai uma extensa dissertação subordinada à minha visão baseada em dados empíricos e analisada segundo um ponto de vista puramente conceptual, destilada a partir de centenas de pequenas anotações recolhidas ao longo das últimas semanas, em que aconteceu um pouco de tudo, desde o Pedro voltar a marcar e o outro Pedro voltar à CML. Entretanto, num cartel de droga colombiano, Escobar pede Ramón em casamento e, mais a norte, Fidel acende um charuto.

O quê? Claro que não estou a divagar! Esta gente...!


Bom, o que aqui me traz é um conselho avisado: Comam coisas fora de prazo!

Preocupações sociais à parte, nem é para poupar que se deve fazer isto; é mesmo porque dá pica!

A emoção, a adrenalina, o risco! A colher a tremer, um olhar desconfiado, um cheiro ligeiramente diferente do habitual... o terror seguido de riso descontrolado, a vida no limite!

Ainda não vos convenci? São um público difícil, estou a ver...

Tenho feito uma dieta à base de alimentos com alguns dias de atraso e... so far so good!
Um belo dia acordei a sentir-me muita maluco e, enquanto degustava um iogurte "de 4 dias", pensava:

"O que é que os gajos sabem das datas que imprimem nas embalagens?? Oh por favor..."

Começo a desconfiar que aquilo não passa de um esquema maléfico para garantir que as pessoas vão aos supermercados frequentemente.

Além disso, é roto não comer uma coisa por medo.

Ok, a teoria já acabou. Basicamente, se não alinham no meu projecto de seita é porque:

1 - São um joguete nas mãos da indústria alimentar
e/ou
2 - São rotos


Para quem se quer alistar no exército "para-mim-a-data-não-conta", segue-se o plano inicial.

Vamos fazer uma experiência: vemos até quanto tempo fora do prazo conseguimos ingerir alimentos sem ficarmos seriamente doentes!
Imaginem o valor comercial de uma listagem destas por produto ou mesmo área alimentar!
Isto é que é Business Intelligence... o Gartner Group e a IDC até salivam!

Podemos fazer uma área no blog destinada a recolher os vossos dados, alimento, data de ingestão e hora de entrada no S. José. Depois deve ser possível correlacionar tudo e deduzir uma fórmula para o erro padrão associado às datas.

Ou isso ou perguntamos a alguém conhecido, e que faça controlo de qualidade numa unidade de produção alimentar, a margem de tolerância colocada nas datas. Mas daí, é capaz de ser muito trabalhoso... fica de pé a primeira proposta.

Digam coisas!



Olha, olha... agora estou eu a ver que consigo relacionar a minha dieta bizarra com alguns sintomas: tenho mau humor matinal, cheiro mal depois de poucas semanas sem tomar banho, fico chateado quando Benfica perde e quando vou ao Chimarrão fico cheio! Que raio!

Novo recorde no Meeting de Nova Iorque

No Meeting de Nova Iorque, o atleta Brent, bateu o recorde mundial da especialidade, estabelecendo um novo máximo. Depois de dias em que bateu sucessivamente o recorde, hoje ultrapassou a barreira dos 57 dólares. É um recorde que Brent da Silva (atleta papuês) dedica à empregada do café que os pais detinham em Port Moresby, de nome Opepa. Brent, na conferência de imprensa que sucedeu a efeméride, agradeceu a persistência da sua empregada, em colocá-lo a "atirar barris de crude aos mendigos que se aproximavam do café. Foi assim que ganhei a capacidade de atirar o crude até locais bem elevados", comunicou Brent. Este papuês começou na parafina, passando pelo querosene e pelo gasóleo, terminando no crude. Não se pode dizer que tenha tido o percurso típico, o que lhe poderia colocar alguns problemas técnicos, mas a verdade é que é um atleta sem igual. Parabéns Brent da Silva!

Wednesday, March 16, 2005

Lojas Chinesas: a contradição

Nunca foram a uma loja chinesa? Não? Pois sim, e também nunca foram a um Peep Show, nem a concentrações do KKK em Faro, nem a reuniões do Partido do Manel Monteiro... Bom, provavelmente exagerei um pouco (especialmente no último exemplo). Mas vamos ao que me trouxe aqui. As lojas chinesas provocam em mim um fascínio, que eu já não sentia desde os tempos em que descobri que o He-Man descolorou o cabelo e não era louro de nascença! Nas lojas chinesas, assim que se entra, percebe-se imediatamente que estamos noutra dimensão. Para começar, o cheiro é diferente de qualquer outro tipo de lojas, mas muito semelhante entre elas.

Inicia-se, então, o processo que eu ordinariamente (em qualquer outro estabelecimento comercial) chamaria, "quero levar a minha loja à falência"! Julgo não exagerar quando designo por perseguição a marcação que nos fazem, desde o nanossegundo em que entramos na dita loja, até colocarmos os dois pés (as mãos e até o olhar) fora dela! Não serão propriamente os melhores anfitriões (para quê a caça se eles têm 20.000 câmaras, onde até apanham canais chineses?), além de que o preço dos objectos traficados pelos orientais não espicaça o larápio que existe dentro de cada um de nós. Por aqui estamos arrumados.

Em segundo lugar vem o que apelido de "deves pensar que estás em Portugal?". Os bambus ainda não perceberam que têm de aprender a falar a nossa língua? Nós perceberíamos perfeitamente se eles trocassem os Rs pelos Ls! Mas não trocam! Nós perguntamos: Desculpe, tem post-its azuis, com os cantos arredondados e uma seta no final? Eles respondem: Tchai kulupui, parkwili navki xichi! Perceberam? Pois, eu também não! Eles têm uma casa comercial, aberta ao público português, em Portugal. Ora que catano! Podemos passar um dia inteiro a perguntar-lhe qualquer coisa (cada vez mais alto, como é normal quando falamos com estrangeiros, porque eles são é surdos) que eles não nos vão explicar onde está! Há quem defenda que é uma técnica de venda milenar, na China e arredores.

Eu, numa loja chinesa, adopto a postura Super Dragões na estação de serviço da Mealhada. Entro, procuro o que quero, e tiro!

Mas pago no final, porque eu não quero problemas, nem com as Tríades, nem com a Loja Maçónica do Grande Oriente e muito menos com chinós!

Tuesday, March 15, 2005

GALP 24 Rest. vs Pharmácia Piruças!

As gasolineiras também querem vender medicamentos. Acho pouco. Acho fraco. Acho pobrezinho. Acho de mariquinhas. Porque perdem tempo com os medicamentos (que só assim estariam disponíveis 24 horas por dia, sem taxas depois das 23 horas) se poderiam estar a encetar negociações com o DowJones para servirem de ponto de corretagem? Outra possibilidade era fazerem um acordo com o IKEA e venderem mobiliário nas estações de serviço, ao mesmo tempo que se ganhava pontos no cartão se conseguisse montar uma cadeira em 5 minutos.

Mas, como notícia, não é o cão que mordeu o homem, mas o homem que mordeu o cão, eu sei da contraresposta das farmácias. E aqui, o homem COMEU o cão! As farmácias querem vender gasolina! É verdade! Já estão a instalar mangueiras na zona de atendimento nocturno a clientes. A liberalização é assim. Quem com ferros mata, com ferros morre...

A culpa é de Pacheco Pereira!

Descobri a verdadeira razão da ida de Santana para a Câmara Municipal de Lisboa.
Santana quer exasperar Pacheco Pereira (juntamente com o facto de durante 24 horas ter sido, estatisticamente, um sem-abrigo). O "Político" contou, durante um jantar, a um círculo restrito de amigos (amigos = 5, logo: restrito = 1) que um dos grandes prazeres da sua vida é enfurecer Pacheco Pereira, ao ponto de já ter concessionado à EMEL o espaço envolvente à casa "dele". Outras medidas se seguirão como expropriar os bens que o "Sr. Pereira" (o Sr. Jardim a fazer escola) detenha no concelho de Lisboa; colocar 24 horas por dia a policia Municipal de olho "nele" (multas de velocidade e de estacionamento vão ser "mato"); Operações STOP perto da SIC, pouco antes da gravação do programa Quadratura do Círculo, etc. Santana contratou três colaboradores do programa de apanhados da TVI (Flagrante Delírio) que vão engendrar todos os possíveis problemas em que Pacheco Pereira se pode envolver, ao ponto de fazer o comentarista mudar de país - ou dar uma valente murraça na cara Santana...

Monday, March 14, 2005

E não é que voltou!

Eu sabia que devia ter estado calado. Santana está de volta e ao seu melhor estilo. Agora quer fazer um túnel entre Lisboa e o Funchal. Se calhar até não quer! Ou então não diz porque tem medo que o despeçam com justa causa. Ainda aparece o Nobre Guedes a dizer para o povo de Lisboa fazer um levantamento popular. Eu concordo com a vinda de Santana para a Câmara de Lisboa. Já temos sem-abrigo a mais na cidade!

Enquanto escrevo este poste, o trânsito em Lisboa está caótico! Já se fala que, nas saídas de Lisboa, as filas se alongam por 15 Km. A população alfacinha acelera em debandada, rumo a qualquer local. A cidade, pela manhã, terá apenas nos seus braços Santana Lopes, o ex-cabo pára-quedista José Augusto Cordeiro, Augusto Carvalho, Luís Filipe Menezes, Fernando Ruas e Alberto João Jardim (já tem voo marcado para as 23.30 de hoje).
Não, não me esqueci do nosso inefável e inolvidável Luís Delgado. Esse, além de tudo, é omnipresente.

Agora é sempre em frente!

Com Santana Lopes fora do Governo e o Benfica isolado no primeiro lugar do campeonato (cereja em cima do bolo: golo de MANTORRAS), Portugal tem todas as condições reunidas para superar a taxa de crescimento do PIB esperada para 2005!


PS: Gostava tanto não me arrepender da porcaria que acabei de escrever...

O Perfil do ambulante e Feirante ilegal

Numa das minhas viagens pela internet descobri uma pérola. No 1º encontro nacional de dirigentes associativos das micro e pequenas empresas definia-se com a maior das exactidões o Perfil do ambulante e Feirante ilegal. Não sabemos quem terá elaborado o perfil, nem tão pouco em que estudos se baseou, mas a Confederação Portuguesa das Micro, Pequenas e Médias Empresas afiança-nos esta verdade absoluta. Aqui vai,

O Perfil do ambulante e Feirante ilegal:

# São solteiros – para não comprometer a família;
# Vivem em casa de habitação social - PER;
# Recebem o Rendimento Mínimo;
# Compram os veículos em leasing - para não deter a sua propriedade;
# Cerca de 50% tem atestado de pobreza da Junta de Freguesia;
# Ostentam muito dinheiro e carros de alta gama;
# Não usam guias de transporte;
# Embora sejam empresários, 50% não declaram IRS;
# São quase nulos os casos de pagamento de PEC.


Graças a esta Confederação, o nosso saber atinge valores de emulação extraordinários!

Mercado "homem-a-homem"!

Quando todos perguntavam quem teria pago a campanha do PS, eis que, pelo menos, se percebe quem alimentou a campanha socialista. A indústria de super, hipermercados e até mercados paralelos entraram numa corrida sem precedentes, inundando o Partido Socialista de presentes, tendo como objectivo final a comercialização de medicamentos não sujeitos a receita médica. O Modelocontinente, pela mão (não que embala o berço, mas) de Belmiro de Azevedo, já emitiu um comunicado, onde confirma o patrocínio da campanha através de Barras de Cereais Nesquik, Bolacha Maria Vieira de Castro, Atum posta em óleo vegetal Inês, Cogumelos inteiros Ferbar, Arroz extra longo Carolino Caçarola, Pepino da Papua Nova Guiné e Tomate pelado Nº 1. Depois deste comunicado, o Modelocontinente emitiu outro, onde referia que nem só de alimentos tinha sido efectuada a ajuda à campanha de Sócrates. Neste mesmo comunicado, a cadeia de Hipermercados enumerou a restante ajuda: três six-pack de Cerveja Cintra, duas caixas de Vinho Terra d'Ossa, um Aspirador Ufesa, dois Congeladores horizontais BLUEsky, um Microondas BLUEsky, um Babygrow jersey, duas embalagens de Alimento para plantas Substral, um Conjunto lingerie, um Pack 3 collants DIM e um Líquido para radiador Arbo.

O Intermarché, pela boca de um dos mosqueteiros (provavelmente Aramis), apenas cedeu à campanha de Sócrates 50 ursos de pelúcia. Precisamente com a mesma contribuição existem mais grandes superfícies, estacionadas em solo português, como o JUMBO e Pão de Açucar (pertença do Grupo Auchan), o Feira Nova ou o Carrefour.

As FIC (Feira Internacional de Cascais) e FISUS (Feira Internacional SubUrbana de Santana) enviaram 30 DVDs da Paixão de Cristo e do White Chicks (segundo nos confidenciou Pedro Silva Pereira, a cópia dele trazia o filme Catwoman e ainda por cima via-se a cabeça dos espectadores que iam urinar, dificultando o visionamento das acrobacias da Halle Berry), 1 fato Armani para cada elemento masculino do futuro Governo (para as duas ministras, duas écharpes Dior, encomendadas a posteriori por Jorge Coelho, devido a um infeliz esquecimento de Sócrates) e 3 pães com chouriço.

Apenas as FIC e FISUS ficarão excluídas da venda de medicamentos, admitindo-se que o Governo possa voltar atrás, pois Sócrates anda perdido de amores por um puff rosa shock que viu na FIC no passado Domingo.

VIVA A REPÚBLICA, Nuno!

Reparei nesta inquietação, enquanto passeava aqui:

Gostava de ter visto a cara dos deputados do PPM quando, ao terminar o seu discurso de ontem, o ainda presidente da AR deu um caloroso VIVA A REPÚBLICA, que foi ovacionado no hemiciclo.

Segundo sei, Nuno da Câmara Pereira aplaudiu o VIVA A REPÚBLICA.

Seria carinho? Seria provocação? Ter-se-á alquebrado? Ter-se-á lembrado de alguma anedota dos Malucos do Riso? Eu aposto que estava distraído com alguma deputada bloquista!

Resolvo uma apoquentação para iniciar outra, logo de seguida! Assim não dá, catano!

Friday, March 11, 2005

Papa já fala

Esta foi a primeira vez que o Papa falou desde que está internado devido à operação a que foi sujeito.



Embora esta seja a versão oficial, D. António Baltasar Marcelino - Bispo de Aveiro - confidenciou-nos que as primeiras palavras de João Paulo II foram de preocupação sobre a situação de Portugal:


-Não me digas que o Luís Campos ainda está no Beira-Mar! A sério? O Santana vai para a Câmara Municipal de Lisboa? Ó Mio Dio! Mas o homem não ganha tino. Porque é que o Carmona Rodrigues não o coloca como coordenador da Rede da Madrugada na Carris? Já encontraram o retrato do Freitas? O Mantorras vai jogar este fim-de-semana?

A escorregadela!

Descobri O Segredo dos Punhais Voadores. Já nada se mantém em segredo! Mas tenho de ser justo, este é mais fácil de deslindar do que segredos de justiça. O que descobriu este pacóvio? - indagará o leitor deste despropositado poste. O que descobri foi isto: O político que disse não haver lugar para mais punhaladas (ou facadas, não é importante) nas suas costas, acaba de arrombar as costas do Rodrigues. Já se vêem os camiões em plena mudança na zona da Monsanto. Rodrigues já sentiu os pontapés na sua incubadora e, compreensivelmente, vai dar à sola dali para fora. O político ainda vai precisar de amigos para lhe fazerem os curativos quando der a queda final e eu pago para ver onde andarão eles nessa altura. E eu não lhes atribuo as culpas... Já dizia o outro: quem escorrega também cai!

Substâncias Cancerígenas

O pânico anda a tomar conta do mundo. Estranhamente, não estou a falar de terrorismo. Estou a referir-me a uma cancrofobia que tomou conta de tudo e todos. Não existe um único produto no mercado que não contenha substâncias cancerígenas. Pomadas, ambientadores (estas duas foram noticiadas hoje e ontem), frangos (de estaleca, só no Xaneca), pacotes de batatas fritas (Avó Matilde Rodelas era uma das piores e um mito desmoronou-se), perfumes famosos (daí eu comprar apenas desodorizante e na FIC - Feira Internacional de Cascais), Molho Inglês (mas quem é que ainda usa Molho Inglês?), ou até roupas de bebé (ROUPAS DE BEBÉ?, o mundo está perdido!). Quem é que se lembraria de fazer testes a substâncias cancerígenas em roupa de bebés?

Este pânico toma conta de tudo e todos. Alguns dos meus melhores amigos não pisam alcatrão, foram viver para o campo, os seus filhos bebés andam nus, só usam o bom e velho Old Spice, isto tudo apesar de continuarem a fumar! Admito, tenho amigos estouvados!

Quando soube que a maioria dos preservativos disponíveis no mercado alemão continham substâncias cancerígenas atirei-me ao ar! Até os preservativos? Não que me interesse a vida sexual dos alemães, mas eles são o motor da economia europeia! Não quero um motor gripado a puxar-me.

Vou viver para o Tibete, transformar-me num troglodita, nu, descalço, sem relógio, sem electricidade e saneamento básico, desonrar as minhas fezes ou expelir pela uretra na terra-mãe, adoptar uma atitude recolectora e amar ao natural. Mas o cigarrinho ninguém me tira, porque isso sei que faz mal. Vem lá escrito.
As roupas de bebé! Ainda estou a pensar nisso. Só a imagem me horripila. Qual imagem?

Thursday, March 10, 2005

SCP não vende Ricardo apesar de proposta milionária

Paulo de Andrade, administrador da Sporting SAD, revelou que o guardião Ricardo só será vendido, caso chegue uma proposta considerada irrecusável. Fui informado esta manhã, por um elemento da direcção leonina (António da Cunha), que vários clubes se mostraram interessado no guarda-redes sportinguista.

-Chegaram propostas dos locais mais recônditos do mundo como o Bangladesh (Arambagh Dhaka), Laos (Laos Army FC), Butão (Druk United), Papua Nova Guiné (Cosmos Port Moresby), Ecuador (Barcelona De Guayaquil) e da Eritrea (Anseba Sport Club). Todos estes clubes fizeram-nos ofertas bastante agradáveis, mas não suficientes para libertarmos - não esquecer - o titular da selecção portuguesa. A melhor foi do Laos Army FC, que nos presenteava com 70 virgens, 11 camelos e uma palmeira. Por mim, o Ricardo já lá estava, mas o Péseiro (já que todos lêem como se lá estivesse, eu resolvi colocá-lo mesmo em cima do e; assim já não me irrito com ninguém) não queria as virgens porque só iriam fazer mau balneário. Mas os camelos ele ainda pensou pô-los a jogar, sabe!

-Mas fala-se do Arsenal, correcto?

-Sim. É verdade. Mas a melhor proposta deles foi um frango do campo, comprado no Carrefour, e nós ainda ficávamos com direito de opção sobre um peru recheado de 15 anos que eles lá têm. Apesar de ser uma boa proposta, tem de concordar que, se nós não aceitámos a dos camelos, não podíamos aceitar esta, não é?

-Não sei! E se nenhum dos camelos fosse melhor que o frango do campo na baliza?

-Aí é que entrava a palmeira!

Mulheres...

Um relatório sobre as diferenças de género no consumo de drogas, divulgado anteontem, Dia Internacional da Mulher, pelo Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência (OEDT), mostra que os homens gostam mais de fumar a sua cannabis e cocaína, deixando para as mulheres o primeiro lugar no consumo de antidepressivos. Estas conclusões só mostram que as mulheres são muito mais inteligentes. O que elas tomam é legal, enquanto nós podemos ser facilmente engavetados se nos apanham com a merda na algibeira.

Eu começo a concordar que é demasiado suspeito que quase tudo favoreça as mulheres. Ele é a pílula, ele é a menstruação, ele é a gravidez. E não me venham dizer que é precisamente o contrário que eu explico. A pílula dá-lhes o poder de engravidar ou não, enquanto nós, mesmo que quiséssemos (e acredito que muitos quisessem, já vou explicar porquê), não poderíamos. Eu até diria que pode ser uma arma de destruição massiva. Porquê? Quantas e quantas vezes, pouco antes de terminarem uma "relação", não deram por vocês a pensar: "Não posso dar a entender que já não gosto dela senão ainda me engravida para aí, para ver se me agarra". Isto destrói a nossa massa cinzenta, admirando-se elas que, quando velhinhos, sofremos de Alzheimer.

A menstruação, todos sabemos, é uma autêntica dádiva. Quando um cão passa e nós, homens, queremos fazer-lhe uma festa desinteressada, lá vai ele todo contente ter com uma qualquer só porque está na altura difícil do mês. Difícil, o catano! Nós passamos por totós e não dizemos que foi a altura difícil do dia, pois não? Não sei se já repararam mas os empregados camarários que recolhem os cães abandonados na rua são todos mulheres. Porque será?

De uma gravidez já nem se fala. Sabem porquê? Porque é inadmissível que uma mulher tenha nove meses de avanço relativamente ao homem na criação de laços com os filhos. Fazem ideia o quão atrás estamos nós quando uma criança nasce? A criança quando nasce, conhece melhor o cheiro a verniz que a voz do pai. Não é humano. É absolutamente cruel.

Isto tudo para dizer que as mulheres se metem nos comprimidos porque podem. Se a cocaína fosse legal elas também lá chafurdariam. Qual será a solução pensarão os meus compinchas homens?

Eu digo: Catolicismo! Não acreditam? Saboreiem esta: "A Irlanda (...) é o único país da Europa onde as raparigas de 16 anos apresentam um consumo de álcool e cannabis (...) mais elevado que o dos rapazes". E agora? Essa é que é essa. No país mais católico da Europa as mulheres atacam em tudo o que é proibido. Numa apurada investigação, efectuada no Centro Maquineista de Mulheres Britânicas, fui informado que a construção civil irlandesa é dominada por mulheres.

O Tudo e o Nada

Para muitos, este poste não vai querer dizer nada e vão pensar: "Lá está este tipo, que nunca diz nada de jeito, a falar de matérias fecais que não interessam nem ao menino JC".
Para outros (quero acreditar, mais que dois ou três) vai significar muito. Talvez até a notícia do dia.
Aqui vai: 11.oo h, Quinta-feira, dia 10 de Março de 2005. Luís Campos ainda não saiu do Beira-Mar. Que ele se tenha acorrentado a um qualquer pilar do Estádio Municipal de Aveiro, eu ainda percebo, mas que ainda não tenha sido despedido é algo que me deixa como se tivesse tomado 10 Xanax em pleno concerto dos Rammstein. Percebia melhor a governação do Sr. Lopes!

Wednesday, March 09, 2005

Operação ... Dourada

Seguindo uma tradição que remonta ao raio que o parta (tradição militar, depois adoptada às polícias civis e demais entidades de investigação criminal, pelo que me é dado a perceber), cada operação minimamente concertada tem um nome de código.

Aliás, quanto a isto, vejam aqui.

De todo o mod, quanto a esta nova operação que permitiu à PJ desmantelar uma rede de burlas à ADSE em valor não inferior a 4 milhões euros, a dúvida existia entre:

Operação bisturi dourado

Operação estetoscópio dourado

Operação algália dourada

Operação "aquela-merdinha-que-nos-metem-na-boca-para-ver-se-
a-trampa-das-amigdalas-estão-bem-e-que-quase-nos-faz-vomitar-à-bruta" dourada

Operação máquina dourada de raios x

Operação máquina de raios x dourados


A votação decorreu sem incidentes de maior, até que um dos inspectores, cansado do tempo que decorria para exercer o seu direito de voto, disse a outro "mete a operação no cu" (sic), pelo que, em consequência, foi decidido que a operação se chamaria "Operação operação dourada", o que, valha a verdade, tem tudo a ver com médicos...


Last Night (I said...)

Muitas vezes tenho sido acusado de, em bom e correcto português, "dizer nada de jeito".

Ora, parece-me o problema é claramente do ouvinte, vulgo quem me atura.

Ao contrário da grande maioria dos demais mortais, aborrece-me tratar de temas triviais, não sei se me faço entender...

Ontem, por exemplo, fui adormecendo embalado por três temas de vital importância para a nossa sociedade e que, por mais estranho que possa parecer, não foram minimamente abordados na última campanha eleitoral. A saber:

1 - Por que é que o Boletim Rural saiu de cena da Tv portuguesa.
Milhares de mentes brilhantemente inquietas e interessadas como a minha, sedentas de cultura, seja qual a fonte da sua proveniência, não sabem se as nossas culturas (agrícolas, bem entendido) continuam a ser fustigadas por esse terror da agricultura que dá pelo nome de míldio ou se a mosca da maçã continua a atacar a plantação de pêra rocha, que isto de nascer no corpo errado é para todos.

2 - Por que razão é que existe uma tendência recente de aglutinar palavras compostas em vez de optar pela justaposição.
Sobretudo infundada mas igualmente extremamente injusta, esta opção vai levar ao caimento de milhares de hifens, sem que os mesmos possam fazer algo para o evitar. Pode-se atribuir a culpa ao Acordo, mas se o Estado pensa subsidiar os ex-funcionários da Bombardier, aqui a coisa devia afinar pelo mesmo diapasão. O abaixo-assinado já anda na net.

3 - Por que razão é que eu às duas e meia da matina estou a pensar nestas merdas em vez de dormir.


Entretanto - e não se está relacionado, mas tenho a minha suspeita pessoal quanto às palavras aglutinadas - algumas pessoas deixaram de me falar...

1.111

Venho por este meio celebrar o visitante número 1111. É um número completamente histórico, senão vejamos: é a primeira capicua com quatro dígitos e é o número escolhido por um famoso grupo da música portuguesa dos anos sessenta (Quarteto 1111), comandado pelo mítico José Cid, o careca vesgolho mais conhecido de Portugal. José Cid que já nos confidenciou ser leitor assíduo de Profi Trolls, gostando especialmente da rubrica "Hoje Acordei Assim", porque nem ele aguenta a "Bomba Inteligente"! Cid, que admite ter "roubado" o seu nome ao cartoonista, ficou extremamente feliz quando soube ser a figura que vai abrir o concerto dos U2 no Alvalade XXI, não se sentindo cabisbaixo pela sensação de mendigo que Bono lhe proporciona, ao designar de caridade a primeira parte do concerto, dizendo-nos "Calhando, mato um porco!". Como já devem ter reparado, desviei-me completamente do tema inicial do poste, mas a verdade é não tenho muito mais a dizer sobre este número. Sei lá! Deixai-me pensar e escarafunchar nesta minha cabecinha onde o conhecimento borbulha (com pus e tudo). Já sei! Existe um jogo português para computador, bem janota, denominado Portugal 1111: a conquista de Soure; existe também um Rover 1111; 1111 foi um ano de intensidade máxima na actividade das manchas solares e Balduino VII conde de Flandres, sucede a Roberto II, provocando um enorme desgosto a José Cid; e por fim 此網頁使用框架 1111.
Passa a figurar, desde o dia de hoje, nos anais da História - sim, com H maiúsculo - que Profi Trolls atingiu a mítica marca dos 1111 visitantes, contra tudo e contra todos, especialmente o Luís Delgado que nos cortou a net durante semanas, só porque não a pagámos. Portanto, este poste é para ti: Dom Duarte Nuno Pio, futuro Rei de Portugal e Olivença!

U2 já têm banda para a 1ª parte

Os U2, na senda de atitudes tomadas no passado já escolheram a(s) banda(s) que farão a primeira parte do espectáculo em Portugal. Depois de Bono tudo fazer para "desculparem" a dívida do Terceiro-Mundo aos países mais ricos, o vocalista dos U2, de conluio com os outros elementos da banda quer, para actuar na primeira parte do concerto no Alvalade XXI, José Cid! Segundo Bono Vox, "José Cid sempre foi um artista de quem muito gostei. Ouço-o desde os Babys, em 1955, ainda ele estava em Coimbra. Depois veio o Quarteto 1111 e a carreira a solo. Sem dúvida um grande artista, já para não falar no facto de ter as iniciais de Jesus Cristo (uma das principais razões porque Mel Gibson é fã incondicional de Cid). Quando soube que ele estava careca e praticamente vesgolho "caiu-me tudo". Fiquei quase três semanas impotente e com a rinite a atacar-me o dia inteiro. Tivemos de cancelar a digressão europeia de 2002. Não podia virar as costas ao Cid!".
Bono promete mais altruísmo de alto nível em Portugal. Já se fala de uma ida até aos estúdios dos Delfins para atear uma fogueira, uma manifestação à porta da SIC e da TVI para acabarem com Malucos do Riso, Maré Alta, Batanetes e o Prédio-do-não-sei-quantos e por fim uma invasão a Olivença, tendo em vista reconquistá-la e devolvê-la a Portugal, tudo isto com o apoio do IRA (uma vez que detém um poder de fogo superior ao exército português).

Tuesday, March 08, 2005

Parlamento Europeu chumba Ilda Figueiredo

O Parlamento Europeu chumbou Ilda Figueiredo com 288 votos contra, 262 a favor e 73 abstenções; 9 quando transposto para a classificação de zero a vinte. Ilda terá de repetir a cadeira Machismo na Europa pela terceira vez. O relatório final da cadeira foi rejeitado, na oral que a aluna comunista fez no Parlamento Europeu. Josep Borrel Fontelles, presidente do Parlamento Europeu e órgão máximo na apreciação do relatório, enquanto saia, referiu "não é possível referir que dois terços do trabalho feminino europeu são precários. E os homens? Como é? Também têm trabalhos precários! Eu por exemplo, hoje estou aqui, mas nas próximas eleições, se perder, posso ter de voltar para o Comité Federal do P.S.O.E., ou então voltar para a CEPSA. Porventura, pensa que o meu trabalho não é precário?". Ilda Figueiredo não vai conseguir assim, voltar de Erasmus com o terceiro ano de Trabalho Europeu concluído, bem como terminar o workshop de Jiu-Jitsu que fazia nos tempos-livres.

Vitorino on tour

Afinal, António Vitorino não aceitou um ministério porque o apelo das artes foi mais forte. Vitorino deixou Sócrates de boca aberta quando lhe confidenciou que tinha chegado a acordo com a BMG para gravar um disco de música country. Esta discográfica, refira-se, detém os direitos de enormes vultos da música internacional como Justin Timberlake, Marron 5, Britney Spears ou Pearl Jam. Vitorino, desde sempre, foi um amante de música, ao ponto de ter sido visto nas filas da BP (passou duas noites na BP do Restelo), para comprar um bilhete para ir ver os U2 (banda que muito admira, além de ser amigo intimo de Bono Vox e The Edge). O "pensador" do programa legislativo dos socialistas tem como referências musicais Willie Nelson, Dolly Parton, Kenny Rogers e Johnny Cash. Na língua de Camões, os seus gostos vão sobretudo para Xutos & Pontapés, Zezé Di Camargo e Augusto Neves & os Fiat Lux. O country sempre foi a grande paixão de Vitorino, ao ponto de ter faltado à inauguração da Capela de São Crespim em Trás-de-Outeiro, em pleno consulado Guterrista, para ir assistir a um concerto de Shania Twain, em Barcelona. Vitorino sempre pensou que o seu nome tinha algo de místico na música portuguesa, não sendo por acaso que dois vultos da melodia lusitana são seus homónimos: Vitorino e António Vitorino D'Almeida! O nome artístico adoptado, para arrasar corações foi Toni Vitinho. O disco deverá chegar aos escaparates das discotecas pela altura do Natal deste ano e o single já tem nome: Habituem-se. Pelo menos desta vez, um político admite que nos está a dar música.

Monday, March 07, 2005

Luís Campos: a lapa, Beira-Mar: a rocha

Mais um dia e Luís Campos continua a comandar o Beira-Mar. Começo a pensar se Luís Campos e Santana não serão amigos do peito. Ambos são maus no que acham ser os melhores. Têm imensa dificuldade em perceber que estão a mais e que tudo melhora quando se vão embora. Por outro lado, é compreensível se Campos estiver a trabalhar para um Record do Guinness: O Treinador Que Desceu Quatro Equipas De Divisão Em Dois Anos! Mais vale falarem mal, que não falarem!

A encomenda

O PP repensou a sua atitude de enviar o retrato do fundador do CDS para o Largo do Rato. Segundo fonte Popular, o partido decidiu "despachar mais umas tralhas que tínhamos no Caldas". Segundo consegui apurar o PP vai enviar um contentor com:

-Fotografias de: Freitas a beijar peixeiras; Fretas a fingir de morto; Freitas com boné de lavrador; Freitas a fazer um striptease em pleno Largo do Caldas; Freitas a leccionar na Moderna; Freitas a espirrar; Freitas a fazer sondagens na Moderna; Freitas a beber uma italiana com um primo, que se filiou na Juventude Comunista depois de uma borracheira que nem sabia se Diogo se escrevia com H ou com P; Freitas a formar um novo partido; e a do Freitas sozinho.

-Uns manequins velhos, cheios de roupa traçada;

-Uma cabeleira loura, três batons Cibelle, cassetes e polaróides;

-Um bidé e um piassaba que já estão mais velhos que a Sé de Braga;

-Duas caixa de Xanax e uma de Lexotan 1.5 fora do prazo;

-Quatro pechichés e 54 naprons que a mãe de Manuel Monteiro fez questão de dar ao partido;

-Estuque que caiu com o tempo e foi ficando para as festas das Jotas (também era pó branco);

-Três autógrafos do Le Pen e um do Fidel Castro;

-Uma caixa de derivação, um arrancador e duas lâmpadas, tudo fundidinho;

-O Financial Times desta segunda-feira;

-Um boneco com a cara do António Vitorino para poderem ministeriá-lo;

-O patinho de borracha do Portas tomar banho;

-Um caniche;

-E, o Nuno Maria Pinto Magalhães Fernandes Thomaz

Sócrates e os 16 apóstolos

O governo socialista tem figuras e figuras. Como o profitrolls não quer que fiquem sem saber quem é quem, qual o semblante e o que podem esperar de cada ministro aqui vai:

Primeiro-ministro
Zé Sócrates: político ecologista, socialista-neoliberal de cariz pró-Freudiano. Pode esperar políticas viradas para o onanismo, a proficuidade e talvez um pouco de filosofia palerma. Tende a vestir blazer com gola alta, sapatos Miguel Vieira, e outras Zezices.

Ministro de Estado e da Administração Interna:
António Costa (quem perceber a ligação com a fotografia é favor deixar um comentário a explicar): é Ministro do Estado do Tempo. Vai supervisionar a Meteorologia, administrando-a internamente. Não é um saudosista por isso não é de prever o regresso de Anthímio de Azevedo nesta legislatura. Por outro lado vai guiar a Administração Pública a uma grande reforma (na ordem dos 2000 €). É de prever que a restauração indiana retire alguns benefícios ilícitos deste ministério, especialmente no que se refere à concepção de Nan (ver receita).

Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros
Diogo Freitas do Amaral: neste caso é Ministro do Estado de Sítio. A forma como deixa o seu anterior partido (não me estou a referir ao envio da fotografia para o Rato) deixa-o com um Estado de Sítio em mãos. Depois de resolver esse pequeno aporisma (passando a antítese), poderá então, negociar com o estrangeiro. Tive acesso a algumas posições que Freitas vai tentar levar avante (não foi uma piada política) na política externa/internacional. A primeira é estabelecer um acordo trilateral com a Coreia do Norte e Cuba. Vender definitivamente os Açores aos EUA e tentar "despachar" a Madeira num pacote "pague-um-leve-dois". Fazer da Venezuela um parceiro privilegiado na América do Sul, promovendo a imagem de Hugo Chavez na Europa.

Ministro de Estado e das Finanças
Luís Campos e Cunha: Ministro que se vai preocupar exclusivamente com o Estado das Finanças. Terá direito a carro, moradia (T8 na Quinta Patino) e uma calculadora que permite inserir 9999999999999 dígitos, para não falhar no PEC. Nunca é muito benéfico ter um Ministro com o apelido Cunha. Vamos ver que Cunhas desabrocharão deste Campo.

Ministro da Presidência
Pedro Silva Pereira: segundo muitos é o Ministro de Sampaio, uma vez que o Presidente é Sampaio e Silva Pereira é Ministro da Presidência. Ou então não é nada disto. De qualquer forma, é uma individualidade de reconhecida rectidão a não ser que Sócrates lhe diga o contrário. Tem a língua preta dos sapatos de Sócrates. Posso me referir a este homem como a melhor publicidade que o Oeste tem em termos frutículas, com especial incidência na pêra rocha. Arrisca-se a ocupar o lugar de Luís Delgado como saco de pancada de todos os portugueses que sabem o a-e-i-o-u.

Ministro da Defesa Nacional
Luís Amado: o romântico do Governo. Vai recolocar flores nos canos das armas, mas desta vez vai optar por rosas por decisão da decoradora Graça Viterbo.

Ministro da Justiça
Alberto Costa: quer colocar a justiça onde ela pertence. No sítio dela, lá naquele local. Onde a senhora cega tirou a fotografia com a balança e a espada na mão. Outro grande cavalo de batalha de Alberto Costa é devolver, a uma televisão que parece desprezar a Justiça, os programas Bombástico e O Juiz Decide!

Ministro do Ambiente, do Ordenamento do Território e do Desenvolvimento Regional
Francisco Nunes Correia: foi presidente da LNEC (Ligaduras de Néctar Embutidas a Carvalho). Este cargo dá-lhe a coragem para aguentar toda e qualquer tarefa. Conhecido pelos amigos como Chico Bracelete é um homem pacato, com gosto pela vida e por ligaduras. Como medidas mais importantes sabe-se que pretende o uso obrigatório de ambientador no carro e no calçado durante a noite, ordenar o território e desenvolver as regiões.

Ministro da Economia e da Inovação
Manuel Pinho: homem do lobby da madeira. Com fortes raízes a Paços de Ferreira pretende desenvolver toda a indústria madeireira em Portugal, em especial a indústria do pinheiro. Enquanto a Capital do Móvel produz, a zona de Leiria está em polvorosa, podendo toda ela se tornar num enorme pinhal, tal qual sonhara D. Diniz. O eucaliptal de Trás-de-Outeiro e o pomar do Sanguinhal estão portanto a salvo. Pinho pretende como medidas secundárias economizar tanto quanto possível na inovação. Prefere o Salgado ao Doce, e tem como alcunha de infância "Tronco". Muito devoto ao Espírito Santo.

Ministro da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas
Jaime Silva: foi Conselheiro Principal da REPER (Redes Esburacadas Piscatórias e Enxadas Rurais), sendo alguém que domina muito bem os dossiês. Pretende que a ruralidade e a pesca invada o país e, numa espécie de retorno ao passado, sejamos essencialmente dependentes do sector primário. Tem um plano de êxodo das cidades para os campos. Segundo o próprio:"Eu tenho um sonho. Ver cada português de enxada, ancinho ou redes na mão. Depois de ver o Castelo Branco a cavar na quinta acredito que é possível."

Ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações
Mário Lino: ex-Presidente do Grupo Águas de Portugal e Mestre em Hidrologia e Recursos Hídricos (Universidade do Estado do Colorado).Não toca em bebidas alcoólicas. Consegue só pelo cheiro saber o ano, e a serra em que foi "apanhada" a água. Decanta água como ninguém. Mas isso não tem nada a ver com o ministério para que foi. É pena! Só se considerarem furos, obras públicas. Tem tudo para meter água!

Ministro do Trabalho e da Solidariedade Social
José António Vieira da Silva: desiludiu a escolha. Quando todos esperavam Poirot, Sherlock Holmes, Auguste Dupin, Maddie Hayes, David Addison ou até o mítico Zé Gato aparece Vieira da Silva. É este o homem que vai procurar os 150.000 empregos que andam fugidos algures. É alguém que ainda não mostrou os seus créditos na área da investigação mas vai iniciar-se logo com peixe graúdo. Está munido com um potente telescópio e com uns óculos de visão nocturna.

Ministro da Saúde
António Correia de Campos: "Tó Saloio" para os amigos vai reger a área da saúde com pulso-de-ferro, como é natural nos seus mandatos. Será implacável e tratará da saúde a quem lhe fizer frente. Promete luta às listas de espera, mas só pode ser atendido por elas daqui a 6 meses. Depois de ouvir dizer, após o surto de gripe, que os hospitais portugueses não tinham camas suficientes, falou com Manuel Pinho e a Capital do Móvel já labuta na fabricação de camas de madeira.

Ministra da Educação
Maria de Lurdes Rodrigues: tudo o que sabe deve-o à sua mentora. A ministra é um delfim de Maria de Lurdes Modesto. Há quem diga que será apenas um fantoche nas mãos de Modesto, mas há quem defenda que agora sim, Rodrigues, vai fazer o bolo sair inteiro da forma. Relativamente à educação pouco percebe mas andou na escola e segundo disse:"Se a outra era neta de militar e servia, eu então sou sobrequalificada!".

Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior
Mariano Gago: dificilmente um gago consegue dar conta deste recado mas demos-lhe o benefício da dúvida. É um fervoroso católico (da ordem dos Marianos) e pertence a uma associação pouco conhecida entre nós, os GA (Gagos Anónimos). Além dos GA, também frequenta os ÓFGA (Óculos Fundo de Garrafa Anónimos). Sabe falar ao telemóvel e desligar um computador. Relativamente ao Ensino Superior confessa, "Nunca fui à Universidade do Minho, por exemplo. Tenho ficado pelas do Sul e zonas mais baixas que o Norte".

Ministra da Cultura
Isabel Pires de Lima: prima de Pires de Lima, tia de Pires de Lima e sobrinha de Pires de Lima. Culturalmente, gosta bastante de ler. Faz o que pode para ler uma média de 22 bulas por dia. Diz Belita (petit nom) que anda "à rasca da vista" e sem óculos "não vê um boi". É deputada, o que lhe dá uma vantagem relativamente a todos os outros que também são. É uma forma de vida que consiste na reputação interior e o bem-estar tântrico. Ela adora Sting.

Ministro dos Assuntos Parlamentares
Augusto Santos Silva: o ministro que fica com o Parlamento, por norma não necessita ter mais qualificações que saber ler e escrever. Neste caso estamos perante um claro caso de sobrequalificação. O senhor até é Doutorado e já foi ministro da Educação e da Cultura. Por norma, o principal requisito era a imaginação. Era da cabeça deste ministro que saiam os assuntos tratados no hemiciclo. No passado tivemos ideias brilhantes como o diâmetro das poças de água, quebra de confiança dos bois de cobrição ou até a importância de ser Ernesto!

Thursday, March 03, 2005

O Bem Imóvel

A gestão do SLB está de facto no caminho certo. Segundo um fonte interna do SLB (o L portanto, uma vez que o S e o B acabam por ser externas), o Benfica enviou para a DGCI uma garantia para salvaguardar possíveis dívidas do clube ao Fisco. A situação mais caricata deu-se quando o Benfica enviou como garantia "um bem imóvel". A DGCI informou o clube que nada devia mas, caso contrário, não poderiam aceitar a garantia enviada. Luís Filipe Vieira entrou então directamente nas negociações, uma vez que, "o tempo da feira das vaidades já lá vai, hum!". Tivemos acesso a uma transcrição do telefonema entre a DGCI (pretendo desta forma preservar o bom nome do funcionário da DGCI, devido a uma ignorância sem limites que demonstra ao longo da conversa) e LFV:

LFV: Boa tarde, hum!

DGCI
: Boa tarde.

LFV
: Então ouvi dizer que não aceitam a nossa garantia, hum?

DGCI
: Pois, sabe, realmente não poderíamos aceitar essa "garantia"!

LFV
: Mas que mal tem o "bem imóvel", hum?

DGCI
: Sabe, é que um ser humano não só não é um bem imóvel, como neste caso está avaliado em cerca de 300.000 contos, dinheiro antigo. Isto é surreal...

LFV
: Mas o senhor, por um acaso, já viu o Paulo Almeida a "jogar futebol", hum? O brazuca parece que pegou de estaca na equipa, mas só na relva, porque o homem parece um prédio. Quem vê assim de repente, parece que enxertaram um homem na relva da Luz, hum? O Paulo Almeida é um bem imóvel e mais nada! Ele mexe-se menos que a Torre de Pisa, e essa é um bem imóvel, ou não, hum? Por acaso pensa que eu fico feliz quando o Paulo entra em campo e todos pensam que o Benfica joga com 10 jogadores e uma árvore, hum? Ele é um bem imóvel e não se fala mais nisso, hum!!

DGCI: Pois... Acho que vou passar ao meu superior, hum...

Casos Dourados

A Polícia Judiciária criou, vai para dois anos, um gabinete de criativos, cuja responsabilidade se limita a urdir nomes para os casos que vão ser investigados. O caso melhor sucedido deste gabinete dá pelo nome de Apito Dourado. Segundo uma fonte que não se quis identificar, mas tem 34 anos, todos o conhecem por Mané e trabalha no próprio gabinete, a palavra Dourado/a tem sido alvo de um fetiche por parte destes publicitários da P.J. Depois de alguma renitência em quebrar o sigilo profissional (pagámos 150 €), o Mané lá nos disse alguns segredos de anteriores processos. O caso do maestro Graça Moura na OML ficou conhecido na PJ como Clave de Sol Dourada; o problema de Bragança, Champanhe Dourado; as violações na Casa Pia, Recto Dourado; o caso do Freeport, Bicha Dourada. Fui informado, também, que este gabinete espera ansiosamente, que alguém abra um processo contra incerto devido a esta seca, sem precedentes, que grassa em Portugal. Esta tribulação prende-se com o facto de já terem um nome para este caso: Chuva Dourada.

Tuesday, March 01, 2005

João "Cristo" das Neves

A RTP promoveu, ontem, um debate sobre a proliferação de teses sobre a relação de Maria Madalena com Jesus Cristo. Um documentário sobre o mesmo tema antecedeu o debate. O documentário supostamente buscava a verdade sobre Maria Madalena, o Santo Graal e outros que tais. Até aqui tudo bem. O documentário não era excelente, sou o primeiro a admiti-lo. Mas o momento esotérico e macabro da noite ainda estava para chegar. Uma autêntica teopsia abateu-se sobre o debate aquando do uso da palavra por João César das Neves! O debate incluía quatro elementos: "Cristo" Neves, dois padres e deduzo (não acompanhei o início do programa) uma teóloga. Mas JCN conseguia ser mais papista que o papa (não, não foi sujeito a duas traqueotomias). Os dois padres, como é óbvio, defenderam a sua dama (ops,... acabei de chamar dama a Cristo), enunciando que Dan Brown e outros exageravam, e que muito pouco existia de concreto sobre Maria Madalena. A teóloga (a que me parecia mais lúcida no programa, a par de Márcia Rodrigues) mostrava que M.M. tinha sofrido uma rasura por parte da Igreja Católica especialmente no Concílio de Trento, enquanto explicava aos telespectadores que os romances que abordavam a matéria até revelavam alguma má-fé relativamente ao papel da Igreja Católica. Pareceu-me uma pessoa equilibrada. Eis então a teopsia: JCN defende que a sociedade dos nosso dias está conspurcada pelo sexo (vi nas suas palavras nostalgia relativamente a cintos de castidade), parece impossível que todos "batam" na Igreja Católica, que durante 2000 anos sempre protegeu e defendeu o povo (e o Hitler sempre defendeu com "unhas e dentes" os judeus), se falassem assim dos muçulmanos estariam a ser perseguidos (será que ele defende a perseguição como elemento dissuasor de má-língua?), se a Igreja tinha substituído a figura de M.M. pela de Maria, nada se poderia dizer relativamente ao papel da mulher na Igreja (engraçado, e eu que sempre pensei que o papel de "companheira" era completamente diferente do papel de mãe e ainda por cima VIRGEM), entre outras barbaridades próprias do século XV! Mas tenho aqui de partilhar a cereja em cima do bolo. JCN explanava no seu raciocínio que o que interessa é o que choca para se vender cada vez mais. Era esta a justificação para o ataque que a Igreja Católica sofria. Aqui eu até concordo. Agora vamos ao feliz exemplo escolhido pelo "Cristo" Neves:

JCN: Márcia, se eu escrever um livro sobre o mau hálito do Presidente Jorge Sampaio, vende com certeza muito mais do que sobre as suas decisões ou opiniões políticas!

Márcia: Hrumm, pois... acha mesmo?

JCN: Claro que sim! As pessoas interessam-se muito mais por isso!

E depois de repetir, ao longo do programa, três vezes esta ideia eu resolvi rever os Óscares!
JCN para beato; já; em vida; e antes da Irmã Lúcia!

Secretamente Social

Vou inaugurar uma rubrica (e não rúbrica, porque tal não existe) que se deterá no âmbito das revistas cor-de-rosa que, meticulosamente, perscrutarei semana após semana. Daqui emanará aquilo a que passo a denominar Secretamente Social! Aqui podem contar com notícias verdadeiramente relevantes, não havendo espaço para as chachadas que habitualmente preenchem estas revistas.

Debutando:

Domenico Dolce & Stefano Gabanna separaram-se após um relacionamento de mais de 20 anos. Fica assim mais difícil a tão pretendida adopção de uma criança (já me estou a meter com quem não devo)... Dolce e Gabanna, agora só na roupa, acabou o namoro! Depois de ler isto nem fiquei em mim e fui encarnar outra pessoa! Só depois de dois copos de água com açúcar recuperei! Fiquei acabrunhado, boquiaberto e até lixado. Mas eu não gosto de acabrunhar sem quebrantar, e foi o que fiz. Quebrantei! Recomposto pensei, deixa-me cá ver se é caso único a separação de dois ícones, e foi chafurdar na vida de duos maravilha que se separaram de forma mais ou menos amolgada. A saber:

-Copy & Paste: Carlos Copy, funcionário numa gráfica, ficou sem o braço direito numa noite de jorna árdua. Sua mulher, Carlota Paste, guardadora de rebanhos (perceberam, "paste"-"pasto"?), não gostava de ver o seu Copy diminuído e convenceu-o a ir fazer uma operação ao Brasil, a cargo do famoso Pitangui! O coitado do Copy não sobreviveu e quinou em plena operação. Duo desfeito e um lar para o lixo. Profunda tristeza!

-Xutos & Pontapés: Tonicha Xutos era traficante e vivia na Meia-laranja. Mané Pontapés vivia na Academia de Alcochete do Sporting e almejava ser jogador da bola. Os dois namoravam ia já para 25 anos, mas Mané enamorou-se por Paulinho (roupeiro do SCP), e assim terminou mais uma história de sexo desenfreado. É a vida!

-São Tomé & Príncipe: São Tomé era apóstolo de profissão (não trabalhava, portanto). Príncipe também nada fazia porque era príncipe. São Tomé esperava a canonização. Príncipe esperava a morte do pai (o reinado). Morreram ambos cheiinhos de fome porque não tinham dinheiro para comprar paparoca. Não tenho pena nenhuma deles, parvos!

-Antigua & Barbuda: Gina Antigua era espanhola e contorcionista. Mulher Barbuda era a Mulher Barbuda. Ambas trabalhavam no circo das 15 pistas, 3 de gelo, 2 de macadame, 3 de Lego Duplo, 2 de água salgada, 2 de água do Trancão, 1 de cal viva e outra de um mix entre Tide e Skip. A 15ª pista estava desaparecida ia para 15 dias, aquando de um espectáculo para os lados de Trás-de-Outeiro. Namoravam ia para um porradão de tempo. Quando estavam na pista detergente entrou um leão e devorou-as. Final triste para uma história que prometia (até demais!!!).

-Black & White: Zé Black era casado com Maria White. Eram ambos alcoólicos de profissão. Dos melhores no tempo deles. Maria White foi acusada de racismo pelo seu marido que lhe deu uma chapada de sapato preto ao fugir com uma tal de Pancrácia Decker! Formou-se então um novo duo mítico: Black & Decker!

-Black & Decker: Não gostavam muito um do outro e decidiram separar-se. Além disso, morreram logo depois, por isso mesmo que quisessem não iam muito mais longe.

Felizmente ainda temos duos que preenchem o nosso imaginário como Chitãozinho & Xororó, Calvin & Hobbes, Trinidad & Tobago ou até Investigação & Desenvolvimento!
Obrigado e espero que tenham gostado deste tema fulcral para a Sociedade como um todo e para a Sociedade como um bocadinho pequenininho!

O dia seguinte

O glorioso Benfica, passados 10 anos, conseguiu pontuar no estádio do FCP.

Várias razões, que enumerarei de seguida, militam para esse facto histórico:

- o Paulinho Santos já não joga no FCP nem faz parte do plantel.

- o guarda Abel faz segurança privada nas bancadas e não no túnel de acesso ao campo.

- o FCP tem mais brasileiros no plantel que o Benfica.

- existe, a correr termos, um processo judicial de nome Apito Dourado.

- o árbitro deste jogo já foi ouvido no âmbito desse processo.

- o árbitro deve-se ter esquecido do cartão vermelho em casa, única explicação para o facto de (estranho, mesmo estranho!) nenhum jogador do Benfica ter sido expulso.

-nenhum golo do Benfica foi anulado escandalosamente (assim muito de repente, lembro-me dos nomes Kandaurov e Amaral, nem sei bem porquê...).

- o Papa está doente.

- o Emplastro não apareceu em qualquer momento da transmissão da SporTv.

- Nuno Gomes ficou no banco

"A Milhena"

Serve apenas para fazer notar que os "1,010" visitantes que figuram no contador são completamente fictícios!

Por uma série ordenada e ponderada de ordens de razões:

Na minha terra, a vírgula separa a parte inteira da fracção. Nós temos mais que um visitante, nem que seja porque neste tempo todo já mudei de endereço IP umas 20 vezes. Logo, estamos a ser roubados! Temos um visitante e um centésimo. Pensando bem, este centésimo é capaz de ser uma de duas coisas: ou um fragmento humano despedaçado por um estilhaço de granada ou um feto. Gosto mais do feto.
Considerando que quando nasce (e só quando nasce, ao que consta) já é uma pessoa, e que a gestação dura qualquer coisa como 270 dias em média, estamos a falar de um pingente encardido com 2,7 dias de formação. Vá lá 3.

Como o(a) chavalo(a) já está fora do alcance da pílula do dia seguinte e a tonta da mãezinha só deve notar a gestação lá para os 2 meses, acho que vamos ter aborto forte e feio.


Mais feio que forte, na realidade. Muito mais feio.

Bom, meus amigos, eu não estou disposto a perder este "nosso visitante" e ficaria muito triste se, em vez de 1,01 visitas, fosse apenas 1.
Gosto do 0,01.

Mas divago...

Isto tudo para dizer que fomos gamados pelos Srs do Contador, que nos querem fazer querer que os visitantes até hoje somos eu e uma gravidez de 3 dias.
Esclarecidos?

Eu não: desconheço qualquer ligação entre mim e esse projecto de pessoa e não estou a gostar nada do rumo disto...



Mas há mais!
Temos, "à vontade" (e sobretudo porque "há vontade", não confundir) uns 3 a mais, que o raio do contador não acusa. Não posso prová-lo mas a verdade é como o azeite: se alguém tonto o juntar num copo com água para comprovar pseuso-teorias filosóficas, verificará que vem sempre ao de cima.
Para provar o que digo, vejam o blog amanhã e verificarão decerto que temos pelo menos mais 3 visitas.

O que é que não é válido?
Oh por favor... vão mas é fazer propaganda aos vossos blogs! A malta tem que ganhar a vida...

Aos dois visitantes que se dão ao trabalho de mudar o IP a torto e a direito, o nosso sentido Obrigado.

Assinamos roupa interior feminina.


Não, a sério!