Vídeos com alguma facécia

Agora é possível desfrutar de alguns vídeos relacionados com os textos. Para isso basta carregar no título do post. O título é aquela coisa a Negrito, com umas letras maiores, e que antecede as profícuas palavras deste blog. Advertência: Caros leitores, estão completamente proibidos de ver os vídeos antes de lerem as barbaridades escritas, correndo o risco de serem atingidos por uma comichão deveras desagradável na zona da púbis, seguido de pé-chato nas mãos e escorbuto nos tornozelos.

Wednesday, April 20, 2005

Resposta ao repto: "Fora de prazo"

Depois de ler o poste do meu bom amigo JMP, intitulado "Fora de prazo", decidi seguir o seu conselho (convém ir ler, é só carregar nas letras azuis - se tiver algum tipo de dificuldades, o Profi Trolls oferece uma semana grátis no Centro Helen Keller)!

Iniciei assim a minha dieta de produtos fora do prazo (aviso mais uma vez que seria mesmo conveniente lerem o que ele escreveu - AZUL, letras a AZUL)! A panóplia de produtos escolhidos não podia ter sido mais variada. Fui, obviamente, influenciado pela nova Roda dos Alimentos.
Ingeri então, uma caixa de cereais Miluvit (ainda com o Vitinho na capa) de 1983; bananas recusadas pelo primata que interpretou o papel de Chita, na primeira aparição em filmes do Tarzan; iogurtes Vigor (ainda na era pré-Danone) e leite UCAL (na era pré-Parmalat); bifes do primeiro touro morto em Barrancos, tranches de pescada abalroada pelo Titanic e ovos em que já se ouvia um ou outro piu; tomate da primeira lata fabricada pela Compal (1952) entre outras coisas que achei por bem não referir.


Após este pitéu, fui cobardemente atacado por uma diarreia interminável. Apercebendo-me que talvez estivesse perante um efeito secundário do repasto, dirigi-me à Urgência do Hospital de S. José, infelizmente encerrada. Decidi então automedicar-me com dois Maxilase (1982) de seis em seis horas; Redrate (1955); Ben-U-Ron do tempo do Papa João XXI; e óleo de fígado de bacalhau, elaborado pela minha bisavó, quando celebrou o seu 21º aniversário!

Encontro-me de momento em profundo delírio, com visões de duas em duas horas e debaixo de custódia policial, visto ter sido encontrado na cúpula da Basílica da Estrela, em trajes menores, bramindo: Ai... ai... ai... a minha barriguinha!

3 comments:

stillforty said...

Que pankada este gajo tem!!!Chiça!

AMAFAS said...

Não é pancada. É mesmo uma má disposição do catano! Acho que exagerei ao dilatar tanto o prazo... E chiça não acredito que me faça melhorar. É bem verdade que não me tinha lembrado mas, apesar de gostar de enchidos, esse não é dos que mais gosto...

Ai... ai... ai... a minha barriguinha!

Kiau Liang said...

Desde já o meu humilde agradecimento, pela passagem e consequente comentário no meu blog.

Esperem até começar a falar das minhas aventuras com a ventoinha de esfregar na mão,que vinha com o TODY (será que alguem se lembra?)

Não querendo ser muito obvia Que tal um Compensan de 1974?

Livrou-nos de muita indisposição....