Vídeos com alguma facécia

Agora é possível desfrutar de alguns vídeos relacionados com os textos. Para isso basta carregar no título do post. O título é aquela coisa a Negrito, com umas letras maiores, e que antecede as profícuas palavras deste blog. Advertência: Caros leitores, estão completamente proibidos de ver os vídeos antes de lerem as barbaridades escritas, correndo o risco de serem atingidos por uma comichão deveras desagradável na zona da púbis, seguido de pé-chato nas mãos e escorbuto nos tornozelos.

Friday, April 29, 2005

Balões

Depois das escutas telefónicas, está fora de hipótese Pinto da Costa, Valentim Loureiro e os outros arguidos comunicarem utilizando a invenção de Bell (ou Meucci, conforme as opiniões)! Mas a verdade é que a PJ está plenamente convencida que os arguidos comunicam entre si. A NAV (empresa gestora do espaço aéreo português) observou um movimento anormal nos céus portugueses; contactou a Força Aérea Portuguesa, que observou o mesmo fenómeno. Depois de se indagarem do porquê de tantos pontinhos verdes nos radares chegaram a uma conclusão. Os arguidos do processo Apito Doirado (promovo, sempre que possível, a troca do u pelo i, tornando-me assim mais bem, visto nunca esquecer a palavra que destrinça um benzoca da vulgar escumalha: piqueno; o segredo está no uso abusivo de is) comunicam através de balões! Usam uma táctica arcaica mas muito produtiva. Tombou no nosso blog uma mensagem perdida (caiu em cima do JMP que recupera num Hospital de Lisboa que ainda tenha urgências). Depois de conferenciarmos (1.2 nanossegundos) decidimos partilhar o conteúdo da mensagem:


Agora que o Major está de volta, volta-se a acreditar. O S. Jorge vai voltar para o lugar dele e já não mata o Dragão! O café com leite devia voltar a entrar na ementa do pequeno-almoço. Estou farto de chocolate em pó... Sua eminência continua a comer Galak Buttons com Champomi?

2 comments:

crumasert said...

Balões ,de nós quatro, para vocês, três.
AS melhoras do JMP e curtam muito neste fim de semana.

augustoM said...

Essa dos balões é novidade para mim, segundo informações fieldignas, a comunicação era é feita por pombos correios, o que causou algum mal estar entre os columbófilos do norte do país.
Um abraço. Augusto