Vídeos com alguma facécia

Agora é possível desfrutar de alguns vídeos relacionados com os textos. Para isso basta carregar no título do post. O título é aquela coisa a Negrito, com umas letras maiores, e que antecede as profícuas palavras deste blog. Advertência: Caros leitores, estão completamente proibidos de ver os vídeos antes de lerem as barbaridades escritas, correndo o risco de serem atingidos por uma comichão deveras desagradável na zona da púbis, seguido de pé-chato nas mãos e escorbuto nos tornozelos.

Tuesday, April 18, 2006

Boi à solta nas ruas de Albufeira faz 5 feridos

No passado Sábado, um boi passeou-se em liberdade pelas ruas de Albufeira, sendo alvejado mortalmente por um agente da autoridade. O bovino teve ainda tempo para ferir 5 transeuntes, enquanto andou a monte.

Este incidente mostra a fragilidade dos sistemas prisional e policial portugueses. Se as barras das celas têm frechas, suficientemente grandes para um animal deste tamanho ultrapassá-las, está tudo dito. Mas como sou um tipo chato, prefiro continuar.
Quando um boi armado foge, não deveria ser muito complicado encontrá-lo, quer devido ao seu tamanho, quer pela sua fraca mobilidade. Não estou a ver um boi escondido em casa de familiares, num bar de Albufeira, misturado com os camones, a “mandar umas canecas abaixo”, ou atrás de um poste de iluminação enquanto um carro-patrulha o procura.
No entanto (segundo as sempre solícitas testemunhas portuguesas), a polícia demorou eternidades a encontrar a besta, permitindo que 5 inocentes (até que se prove o contrário) ficassem feridos. Um cavaleiro ainda ajudou um agente da autoridade colhido pelo escorregadio bovino, que na aflição disparou para onde estava virado – uma pessoa. Foi perceptível ouvir um popular dizer que os polícias não vêem um boi à frente!
Por fim, abateram o superno animal, vindo a descobrir que detinha em sua posse armas ilegais (um par de cornos não registado), além de se encontrar sob o efeito de estupefacientes (hormonas de crescimento).

3 comments:

sege 30 said...

O.K. rendo-me voltaram....

Koba said...

De facto, a frase não podia ser melhor: aquela malta não vê mesmo um boi...

raquel said...

ainda por cima é a 2ª vez que acontece. bois malucos! não seria de os abater todos? sei lá, para jogar pelo seguro?
se fosse na 4ª feira antes da Páscoa...