Vídeos com alguma facécia

Agora é possível desfrutar de alguns vídeos relacionados com os textos. Para isso basta carregar no título do post. O título é aquela coisa a Negrito, com umas letras maiores, e que antecede as profícuas palavras deste blog. Advertência: Caros leitores, estão completamente proibidos de ver os vídeos antes de lerem as barbaridades escritas, correndo o risco de serem atingidos por uma comichão deveras desagradável na zona da púbis, seguido de pé-chato nas mãos e escorbuto nos tornozelos.

Tuesday, June 21, 2005

Últimas semanas...

Muitos me perguntam na rua:

-Então, oh estúpido, quando voltam a escrever na porcaria do blog que para lá têm?

É então, devido a esta persistência e carinho que aqui volto, para partilhar a imensa informação das últimas semanas, que enche de orgulho os portugueses.


Arrastão em Carcavelos

É publicidade ao mais alto nível! Como se sabe, Portugal não tem dinheiro para colocar anúncios na Sky, na CNN e afins. Desta forma, utilizou os meios de comunicação social portugueses (a TVI poderá receber uma medalha no próximo 10 de Junho, porque ultrapassou o que lhe foi pedido), para fazerem o milagre da duplicação. Da mesma forma que Peter Jackson multiplicou os Orcs, as televisões portuguesas multiplicaram 50 vezes 10! Resultado: publicidade à babugem! E a marca Portugal, nas televisões e jornais de todo o mundo!


Manifestação no Martim Moniz

Mais um embuste, que visa mostrar Portugal como um país civilizado, com problemas de criminalidade e racismo como os outros. O nosso país está sempre numa posição diminuída quando qualquer assunto é discutido, seja em Bruxelas, seja na Papua Nova-Guiné! A Espanha tem a ETA; a Inglaterra acabou com o IRA, arranjou o Iraque; a França tem os muçulmanos. E nós? Ninguém! Até duas semanas atrás! Agora já temos pessoal para espancar e odiar entre portas! Somos um país na vanguarda da civilização! Publicidade e mais publicidade!


Greves

Portugal é um país de trabalhadores. Quando alguém faz greve, é porque a situação é mesmo muito grave. Os professores até estão cheios de pena dos alunos, mas ter de trabalhar mais (embora adorem), não lembra ao diabo (mas infelizmente para eles, lembrou a Sócrates), vai daí, toca a fazer greve, que até estão uns bons diazitos de praia. Tendo nós um país com uma população excessivamente qualificada, torna-se positivo este atrapalhar dos putos, facilitando-lhes a entrada no mundo da construção civil ou até do supermercado (falo mormente da profissão caixa)... Mas não são apenas os professores a ter ideias patrióticas, são apenas os que, de momento estão mais à manita! E mais uma vez, o Governo faz Portugal aparecer nas páginas e écrans do mundo!


Tiago Monteiro em terceiro na Fórmula 1

Tiago Monteiro, apelidado por alguns o Tuga Voador (admito, foi só um amigo meu que se excedeu um pouco, mas eu gosto de me armar em TVI), ficou em terceiro lugar na prova de Indianápolis, obtendo um resultado histórico, subindo ao pódio, ao lado de Barrichello e de um alemão. O que poderá ensombrar o resultado do português é a forma como foi conseguido este feito. Ao que se sabe, Sócrates andou de picareta em riste, na noite que antecedeu a corrida, a furar os pneus das outras equipas. A vitória só não sorriu ao português porque Bernardo Trindade (Secretário de Estado do Turismo) desmaiou de cansaço, aleijando seriamente um ponto negro na zona da fonte, aumentando o número das listas de espera, e deixando os pneus dos Ferrari em perfeito estado! Mais publicidade!


Morte de Álvaro Cunhal

Está a decorrer um inquérito. Por aqui sabe-se que Álvaro Cunhal não morreu de doença prolongada mas foi assassinado. O Governo está na linha da frente dos principais suspeitos. Foi encontrada uma substância química dentro de várias criancinhas, na cozinha de Cunhal. Ao que parece, essa substância é rara e o objectivo era eliminar Cunhal ao pequeno-almoço e não pela madrugada. Segundo fontes próximas, Cunhal teve uma daquelas fomes que dá pela noite dentro e ao matá-la, matou-se! Mariano Gago, pela raridade da substância, é o principal suspeito, tendo sido já ouvido na PJ. Desta forma, Portugal foi mais uma vez notícia no mundo! Publicidade a quanto obrigas!




Como se pode observar, o Governo de Sócrates não pode ser acusado de nada fazer! A legislatura mal começou e Portugal é notícia nos jornais e televisões mundiais, dia sim, dia não! É este o plano que os socialistas escondiam para o crescimento do turismo na Tugalândia. Vai ser desta brilhante forma que Portugal vai sair da crise. Os bifes e afins quando pensarem em sair da santa-terrinha deles, por osmose, pensarão em Portugal, uma vez que não ouviram falar de outro país nos últimos tempos (vamos ver se não enjoam). Ninguém estranhou minimamente estas ocorrências, nas vésperas da época balnear? Assim que ouvi a notícia do arrastão pensei logo: Olha o sacana do Sócrates a trabalhar para o turismo. Não me digas que a seguir o gajo vai desafiar os nacionalistas, provocar uma onda de greves, levar o Tiago Monteiro ao pódio e matar o Cunhal. Meu dito (neste caso meu pensado) meu feito!

3 comments:

Cat said...

Voltei! Desta vez sem blog...nao vos consigo superar (snif, snif)!

Sem duvida que contigo o Mundo do Jornalismo seria outro...qual Manuela Moura Guedes...Sim! Sem duvida que tu como pivot no Jornal da Noite o nosso país ia andar mais bem disposto...Posso te garantir que a partir de hoje já nao acendo a televisão à hora de jantar. Fico a contar contigo para me ir actualizando!!!

Beijocas

augustoM said...

Não foi assim mas podia ter sido, não somos um país virtual?
Um abraço. Augusto

Ze_Halcon said...

outra das razões que nos levaram a não postar durante uns tempos:

- solidariedade com o funcionários públicos e suas reivindicações (quer dizer, no fundo gostamos é de uma boa greve, à antiga)

- o nosso blog foi arrastado em Carcavelos. Depois seguiu no comboio da linha de Sintra e foi, finalmente, avistado naquela coisa que se ralizou no Martim Moniz. Recuperamo-lo ontem na Feira da Ladra, depois de nem sequer o terem conseguido impingir por 2€ na Feira de Carcavelos a uma tia da Quinta da Marinha, que julgou estar a comprar por uma pechincha algo francês extremamente chique (ter este nome estranja é o que dá...)