Vídeos com alguma facécia

Agora é possível desfrutar de alguns vídeos relacionados com os textos. Para isso basta carregar no título do post. O título é aquela coisa a Negrito, com umas letras maiores, e que antecede as profícuas palavras deste blog. Advertência: Caros leitores, estão completamente proibidos de ver os vídeos antes de lerem as barbaridades escritas, correndo o risco de serem atingidos por uma comichão deveras desagradável na zona da púbis, seguido de pé-chato nas mãos e escorbuto nos tornozelos.

Tuesday, November 22, 2005

Faltas Injustificadas

Como devem ter reparado, este monte de textos sem grande nexo e sem grande visibilidade tem primado pela ausência. Relativamente à audiência deste blog, numa metáfora de trânsito, assemelhamo-nos a um cruzamento cego, onde, para se colocar o veículo em marcha dentro de parâmetros mínimos de perceptibilidade, é obrigatório o posicionamento do focinho do bólide na já referida intersecção, sob pena de acabarmos como o José Cid (muito menos a andar a cavalo).

Voltando à vaca fria, este blog tem estado em coma. Poderão, inadvertidamente, ter reparado que nos últimos tempos apenas eu posto (e mesmo assim...). Após algum tempo de reflexão cheguei a essa mesma conclusão - cerca de um mês de contemplação expectante. Resultado: fui falar com os outros elementos (?) desta coisa (Ze Halcon e JMP).

Depois de enviar um krava e um kolmi, decidi-me por um telex a Ze Halcon. Ele, delicadamente, não respondeu. Já no caso de JMP, e depois de vários telegramas cantados, optei por dois pombos-correio e duas corujas, observando que ele é um indivíduo extremamente ocupado visto a ausência de notícias. Porém, e num laivo arrebatador de perspicácia, enviei um email a cada um. Óbvio que os repreendi, injuriei-os, cobrando-lhes todas as faltas injustificadas que descontam no tempo de serviço, com especial relevância no momento da reforma. Perguntei-lhes como estava o tempo por Porto-de-Mós e, já agora, porque tinham deixado de postar.

Cerca de um mês depois (bem sei que o trânsito electrónico pode ser pior que o do IC19), ambos me disseram que por muito que tentassem só conseguiam escrever textos com princípio, meio e fim. Tinham perdido a profi! Confidenciaram-me que por mais que empregassem os meios para empreender algo significativo, só conseguiam produzir textos perceptíveis. Eram estruturados, onde se poderia até observar um raciocínio lógico, aterrorizando-os e até acabrunhando-os, sem coragem para assumir um possível fiasco e/ou escândalo sobre as costas (especialmente o JMP, que ainda não recuperou totalmente).

Fiquei desolado! Sugeri-lhes terapia e/ou cortarem as unhas (não importa de que membro). Ficaram de pensar nisso. Espero não tê-los perdido para o outro lado. JMP e Ze Halcon indagaram-me sobre o assunto Porto-de-Mós, ao que eu respondi estou aqui com uma alergia na axila que vocês nem imaginam. Neste momento encontram-se refugiados nos seus lares, em recolhimento espiritual, medicados com CDs Pan Pipe, DVDs da feira com indicações do Buda e uma VHS gravada em long play com todos os discursos do Presidente Sampaio durante a sua estadia em Belém, tendo como bónus, uma cassete áudio, com uma oratória dos seus tempos de universitário.

O diagnóstico é reservado, mas a esperança é a última a morrer, já dizia Manuel Alegre. Será que JMP e Ze Halcon voltarão aqui? Pergunta pertinente, mas quem tem boca vai a Roma, já dizia Mário Soares. Voltará a inspiração à pequenita cabeça de Profi Troll de cada um? Questão deveras atinente, porém em casa de ferreiro espeto de pau, já dizia o Professor Doutor Aníbal Cavaco Silva.

Eu vou continuar por cá com maior assiduidade, esperando que não estejamos perante uma nova pandemia, iniciada nestes dois laricas, bloguiticamente inimputáveis, por hora.

Aceitam-se alvissaras.

--------------------------------------------

Léxico:

Profi, capacidade adquirida ainda na infância, que permite a algumas criaturas desenvolverem teorias, relatarem histórias e afins, tendo sempre presente o gosto duvidoso, combinadas com um misto de inverdades e frases que só um verdadeiro Profi Troll (criatura que já domina a profi) descortina. Propensão para explanar matérias de forma semelhante a uma criatura sob o efeito de psicotrópicos.

Laricas: larilas com fominha.

9 comments:

Kiau Liang said...

deixo aqui uma preçe:

"Srs. Profi Trols que estais em retiro, santificado seja o vosso blog.
Venha a nós a vossa análise diária;
Seja feita a vossa inspiração, assim no post como no comentário;
O vosso comentário de cada dia nos dê hoje;
Perdoa as nossas opiniões, assim como perdoamos as vossas ausências;
Não nos deixais cair em grandes gargalhadas no local de trabalho, e livra-nos do tédio.
Ámen

Kiau Liang said...

Venho por este meio, tornar publico o meu desagrado à ausencia de comentário, por parte de sua eminência, ao meu post soubre os Europe.

http://pe-com-meia.blogspot.com/2005/11/europe.html#comments

Kiau Liang said...

muito agradecida por me mostraresa luz

Bart Simpson said...

dá na mona a esses camones para voltarem as postar. chatos do caraças.

patologista said...

Posta tu.
Sempre vais matando a larica!

Marta said...

Amafas,

Obrigada pelo comentário que deixaste no Histórias! Volta sempre!!

Bj,
Marta

stillforty said...

Vocês são impressionantes pá!
Se foste sempre tu a postar, porque chamaste os outros;)???????????????

Já tinha dado pelo teu coma profundo, amafas!
Beijos e as melhoras do tornozelo!

Espera deixa ler outra vez....Sovaco, não cavaco! Não ao Cavaco, ouviste?
E não gosto de piadas ao Louçã! Bemmm!!!

AMAFAS said...

Kiau Liang:

A partir do momento que colocaste aqui essa prece, perdeste os direitos de autor da mesma (até porque podemos sempre apagar os comments). Não te admires se daqui a 153 anos formos "intergalacticamente" conhecidos e utilizemos essa prece.

Kiau, estou preocupado. Eu nunca te fui mostrar o Estádio da Luz. Será que foi outro Troll? Eu não fui, garanto (acho eu...).

Bart Simpsosn:

É o que eu faço, mas os meninos estão sempre muito ocupados e tal...

Patologista:

É o que passarei a fazer de imediato Sr. Doutor!

Marta:

Não é preciso agradecer, basta observar o que se vai passando (ou não) por estes arrabaldes.

Stillforty:

No início era o verbo... Não espera enganei-me! No início postávamos todos. Até postavam mais que eu... Relativamente a piadas sobre o Louçã, sabes perfeitamente que sempre foi política desta casa "bater" em tudo quanto mexesse. Até porque nenhum de nós tem cartão de sócio (a não ser do Benfas - e eu, infelizmente, nem isso).

JMP said...

SF:
Até porque quem nos conhece mínimamente já sabe que partimos a Louçã toda (se for boa!)... de mal a pior!