Vídeos com alguma facécia

Agora é possível desfrutar de alguns vídeos relacionados com os textos. Para isso basta carregar no título do post. O título é aquela coisa a Negrito, com umas letras maiores, e que antecede as profícuas palavras deste blog. Advertência: Caros leitores, estão completamente proibidos de ver os vídeos antes de lerem as barbaridades escritas, correndo o risco de serem atingidos por uma comichão deveras desagradável na zona da púbis, seguido de pé-chato nas mãos e escorbuto nos tornozelos.

Monday, May 02, 2005

Abraço

Com um abraço do tamanho de Abril, (vocês sabem para quem...):

Uma gaivota voava, voava,
asas de vento,
coração de mar.

Como ela, somos livres,
somos livres
de voar.

Uma papoila crescia, crescia,
grito vermelho
num campo qualquer.

Como ela somos livres,
somos livres
de crescer.

Uma criança dizia, dizia
"quando for grande
não vou combater".

Como ela, somos livres,
somos livres
de dizer.

Somos um povo que cerra fileiras,
parte à conquista
do pão e da paz.

Somos livres,
somos livres,
não voltaremos atrás.

2 comments:

André said...

ehehehehhe

Carla Luis said...

Retribuído! Já deste por ele? Beijos da "irmandade química"! ;)