Vídeos com alguma facécia

Agora é possível desfrutar de alguns vídeos relacionados com os textos. Para isso basta carregar no título do post. O título é aquela coisa a Negrito, com umas letras maiores, e que antecede as profícuas palavras deste blog. Advertência: Caros leitores, estão completamente proibidos de ver os vídeos antes de lerem as barbaridades escritas, correndo o risco de serem atingidos por uma comichão deveras desagradável na zona da púbis, seguido de pé-chato nas mãos e escorbuto nos tornozelos.

Thursday, January 06, 2005

ninguém nos vai parar!

Aqui pelo Trolls, ninguém consegue esconder a satisfação de sermos já um dos blogues mais vistos pelos cibernautas portugas!!!

Como??

Não somos??Ah, não somos...

Ok, reformulando:

Aqui pelo Trolls, ninguém consegue esconder a satisfação de sermos já um dos blogues mais vistos pelos próprios. (ah, dizem-me que assim, sim, está mais fidedigno...). O sucesso grassa! A moral está em alta. E ninguém nos pode parar!!!

Ou poderá?

Eu deitei-me a pensar (frase fantástica, ao nível, quiçá de um "faz atenção" bem emigra...) em quem, pela minha parte, tem possibilidade de comprometer o nosso sucesso.
Isto foi parte da lista que elaborei:
eu próprio: posso desatar a fazer merda a torto e a direito aqui, ser expulso desta desordem fraternal, ser impedido de publicar posts, ver a minha colecção de DVDs do Publico (tenho um exemplar) penhorada e partir para qualquer acção dramática. Por exemplo, matar-me pela ingestão exagerada de clips ou pioneses, assassinar os meus blogo-colegas com teclados Logitech mortais, etc... Vocês estão a ver o filme...
AMAFAS e JMP: pelas razões indicadas anteriormente ou pelo simples facto de já não suportarem, finalmente, o odor emanado pelos meus pés. De qualquer forma, nunca, em qualquer testamento meu, receberiam bens. Fiquem sabendo!
o meu patrão: se descobrir que ando a meter posts na hora de trabalho e pelas razões óbvias...
a minha namorada: ando a prometer-lhe que posso vir a ser tão famoso quanto o Ricardo Araújo Pereira. É isso que mantém a nossa relação...
a minha mãe: se deixar de me pagar uma mesada e me obrigar a trabalhar a sério. No fundo, a ganhar o pão de todos os dias como um homem, ainda que essa expressão me faça, imediata e inexplicavelmente, pensar no Parque Eduardo VII...
o administrador do blogspot.com: pode correr comigo, pelo excesso de linguagem obscena que utilizo... Foda-se, só disse merda uma vez...
o Bill Gates: pode acordar um dia, achar que afinal a Microsoft é uma estupidez pegada e decidir conquistar o mundo através de pacotes de queijadas de Sintra e pastéis de feijão ou franchisings de roulotes de couratos. No fundo, dou-lhe uma certa razão: Microsofts qualquer um aguenta. Agora um courato no ponto com uma "mine" estupidamente gelada...
George Bush: por nenhum motivo em particular, mas fica sempre bem nestas listas...
Grupos organizados de Hare-Krishna tresloucados, empunhando adagas afiadas e fitando-nos com olhos injectados de sangue e outras mistelas não identificadas: no comments...
E obrigado pela preferência!

No comments: