Vídeos com alguma facécia

Agora é possível desfrutar de alguns vídeos relacionados com os textos. Para isso basta carregar no título do post. O título é aquela coisa a Negrito, com umas letras maiores, e que antecede as profícuas palavras deste blog. Advertência: Caros leitores, estão completamente proibidos de ver os vídeos antes de lerem as barbaridades escritas, correndo o risco de serem atingidos por uma comichão deveras desagradável na zona da púbis, seguido de pé-chato nas mãos e escorbuto nos tornozelos.

Monday, December 20, 2004

A LITROSA

"Ser igual ao litro" é ser "igual a 10 decilitros", o que equivale a dizer que é ser "igual a 100 centilitros", o que também equivale a dizer que é ser "igual a 1000 mililitros", e por aí em diante...

Mas porque raio usamos nós estas expressões que tanta confusão fazem à minha pobre cabeça lenta e subliterada??? (bolas!: "sublitrada" ficava melhor neste post... coragem, escreve qualquer coisa com piada... depressa...)

E será que é indiferente o "litro" a que se é igual???

Isto é, será a mesma coisa ser (ou ser-se) igual a um litro de água, de benzina ou de gelado de noz??

Atentemos na frase típica: "tu para mim és igual ao litro.". Assim mesmo, com toda a confiança que um ponto final pode trazer a uma afirmação. Sem olhar para trás nem para os dois lados da estrada.

Ou então: "comer gafanhotos assados para mim é igual ao litro."... Caraças, gafanhotos também não foi um bom exemplo. O troll comum não come gafanhotos, toda a gente sabe....

Raios... Então "ser igual" ao litro é bom ou mau? Ainda não percebi mas também, de qualquer forma, não estou interessado na parte dos insectos...

Ou então, certamente dependerá da pessoa a quem se diz esta alarvidade, do contexto ou das condições meteorológicas desse dia...

Como por exemplo: "Tu [XXX] para mim és igual ao litro", sendo que XXX é um famoso alcoólatra que já foi presidente do SL Benfica e cujo nome não é possível revelar para preservar a sua intimidade. Litro de whiskey, bem entendido! Trata-se, como é bom de ver, de uma mera associação, de indentificação, sem qualquer juízo de valor.

NOTA DO CONSELHO DE REDACÇÃO DESTE BLOGUE: AQUI NÃO FAZEMOS JUÍZOS DE VALOR. NUNCA. MESMO NUNCA.

Continuando...

Ou então, no meio de uma tempestade tropical, e debaixo de uma bátega de chuva: "Estar aqui é igual ao litro", sendo certo que a pessoa em causa já levou água equivalente a três baldes cheios em cima da tromba. Compreende-se...

Recuso-me, portanto, a aceitar que "ser igual ao litro" seja apenas uma marca verbal de indiferença.

Nós aqui neste blogue não somos iguais ao litro.

Pois não?? Somos??...

Pelo menos litro e meio, vá lá... Em embalagem TetraPak... E de Água de Rosas, por favor!

No comments: