Vídeos com alguma facécia

Agora é possível desfrutar de alguns vídeos relacionados com os textos. Para isso basta carregar no título do post. O título é aquela coisa a Negrito, com umas letras maiores, e que antecede as profícuas palavras deste blog. Advertência: Caros leitores, estão completamente proibidos de ver os vídeos antes de lerem as barbaridades escritas, correndo o risco de serem atingidos por uma comichão deveras desagradável na zona da púbis, seguido de pé-chato nas mãos e escorbuto nos tornozelos.

Friday, December 10, 2004

FILMES 2 EM 1

EMMANUELLE vs PUTO DO SOZINHO EM CASA


Especialmente para esta época natalícia, estreará brevemente o novo blockbuster cinematográfico, do qual desde já antecipo uma sinopse.

Exemplar único do típico "filme de Natal" de Hollywood, "Emmanuelle vs puto do Sozinho em Casa" é um filme que levará hordas de famelgas às salas de cinema, às pipocas e aos saldos antecipados.

A acção da película centra-se no puto do Sozinho em casa, uma criança abandonada e negligenciada, cujo desenvolvimento pessoal foi marcado por inúmeros episódios familiares rocambolescos e trágicos, desde o falecimento do seu rato de estimação (Tobias, na versão portuguesa), empalado na gaiola, a vexames públicos perante colegas sádicos e intolerantes na primeira semana de aulas.

O puto do Sozinho em Casa cresceu e, aos 11 anos, tornou-se um pré-teenager triste e amargo, isolado do contacto com pessoas da sua idade. A sua falta de relação inter-pessoal fê-lo perder toda a confiança nos demais seres humanos, não tendo amigos e tratando todos com o desprezo e desconsideração a que sempre foi votado.

Vai passar a noite de Natal sozinho no seu quarto escuro e nauseabundo, depois de ter ralhado e batido na sua bisavó de 94 anos, a qual deixou a sangrar no chão da cozinha infecta da casa onde habitam.

Os pesadelos aumentam à medida que vai ouvindo e vendo, pela pequena janela que dá para a rua, as comemorações daquela noite especial para todos os outros. O puto do Sozinho em casa amaldição todos aqueles que a festejam...

Até que lhe surge Emmanuelle, uma figura fantasmagórica de ex-prostituta reformada de base militares americanas da Guerra da Coreia e Vietname. Com ela vai empreender uma longa viagem por essa noite, visitando caras e corações que ele não supõe amigos...

Este filme retrata uma pungente e, sobretudo, inédita história, uma verdadeira e inolvidável viagem ao centro da alma humana e dos seus mais puros sentimentos.

Sem dúvida um belo filme para ver na tarde do dia de Natal, arrotando, numa sala de cinema perto de si, a filhós e tirando lascas de peru daquele canto da boca que parece sempre impossível de alcançar.

No comments: